fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Cheia dos rios afeta produção rural e gera desabastecimento em feira

Conforme a Faea, subida dos rios começa a atingir produção rural das áreas de várzea de municípios da calha do Solimões. Feirantes recorrem aos produtores nacionais.

22 de abril de 2021

Compartilhe

Subida dos rios gera falta de produtos nas feiras. (Foto: Reprodução)

A cheia dos rios começa a afetar a produção rural e o fornecimento de alguns produtos à capital. Conforme o Sindicato dos Feirantes de Manaus parte dos itens vem de outros estados e chegam ao consumidor final por preços mais elevados, por conta do frete.  

Conforme o presidente do sindicato, Davi Lima, os itens que deixam de chegar às feiras de Manaus por perdas nas produções locais são: batata doce, macaxeira, maracujá, mamão, abobrinha, abóbora comum, quiabo, maxixe, couve e feijão de corda.  

Lima explica que a alternativa para esse período é fazer pedidos dos produtos a outros estados. Os hortifrútis chegam a Manaus por transporte rodoviário ou aéreo e o elevado preço do combustível é repassado ao consumidor final. 

“O preço dos hortifrútis sofre uma oscilação diária que chega a custar até 40% mais caro em relação ao período normal. Em algumas semanas é possível que alguns produtos sofram aumento de até 100% sobre o valor. Pagamos um frete caro e isso recai sobre o valor pago pelo consumidor final”, disse o feirante. 

Cheia dos rios afeta as várzeas 

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), Muni Lourenço, confirma que a falta de alguns hortifrútis em Manaus é decorrente da elevação no nível das águas dos rios. 

“Essa redução já é consequência da cheia, principalmente em relação às calhas dos rios Madeira, Purus e atingindo áreas de várzea de municípios da calha do Solimões”.  

Reportagem: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

‘Nosso Centro’ quer expandir empreendimentos na região central de Manaus

Programa da Prefeitura prevê a revitalização do centro histórico com a implantação dos projetos 'Mais Negócios', 'Mais Vida' e 'Mais História', ao longo dos próximos 3 anos.

25 de maio de 2022

Em apoio a petroleiros, parlamentares questionam venda da Reman no TCU

Deputado Zé Ricardo e o senador Jean Paul (PT/RN) acionaram o Tribunal de Contas da União solicitando medida cautelar para suspender o processo de privatização da refinaria.

25 de maio de 2022

Comércio do Amazonas teve alta de até 20% nas vendas do Dia das Mães

Mais da metade dos estabelecimentos do comércio disse que as vendas do Dia das Mães cresceram entre 11% e 20% com destaque para pagamento no cartão parcelado.

25 de maio de 2022

Programa do Cetam realiza curso de criação de startups em Itacoatiara

Programa Trilhas de Empreendedorismo Digital vai receber 40 alunos para três dias de imersão no processo de criação de startups. Curso começa nesta quarta-feira (25).

25 de maio de 2022

Wilson Lima institui Sistema de Informações de Custos do Amazonas

Com o Sica, o governo vai ampliar o rigor no controle das informações com o objetivo de melhorar a qualidade dos investimentos. O sistema funcionará de forma eletrônica.

25 de maio de 2022

Operadoras de telemarketing vão ao STF contra uso do prefixo 0303

Argumento é de que a norma viola a Constituição por supostamente afetar o exercício de atividade empresarial e prejudicar a livre iniciativa e a busca do pleno emprego.

25 de maio de 2022

Fieam aponta distorção e afirma que ‘lista misteriosa’ prejudica o PIM

Fieam considera que a lista de produtos elaborada pela Suframa e pelo Ministério da Economia não atende às necessidades do PIM. Presidente da entidade demonstra preocupação.

25 de maio de 2022

Resultado preliminar do concurso público da PGE-AM é divulgado

Provas ocorreram no dia 17 de abril, quando quase oito mil candidatos concorreram a uma das 44 vagas ofertadas, sendo 37 para ampla concorrência e sete para PcDs.

25 de maio de 2022