fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

Caixa negativo impossibilita ramo de alimentos pagar os impostos

Segundo a Abrasel, ainda que os prazos para os pagamentos dos débitos sejam adiados, as empresas estão com o caixa negativo, sem qualquer recurso para quitação das dívidas.

2 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Decreto estabelece funcionamento apenas como delivery (Foto: Divulgação)

A postergação dos prazos para pagamentos dos impostos anunciada pelo Governo do Estado é considerada como medida inválida pelos representantes do segmento de bares, restaurante e lanchonetes. O setor amarga prejuízos e informa o fechamento quase que diário de empresas.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes-Seccional Amazonas (Abrasel-AM), Fábio Cunha, considera que ainda que os prazos para os pagamentos dos débitos sejam adiados, as empresas estão com o caixa negativo, sem qualquer recurso para quitação das dívidas.

“A postergação não ajuda em nada. Todos estão endividados ‘até o pescoço’ com linhas de crédito. Não tem dinheiro para pagar nada. Acabou o dinheiro”, disse com indignação.

Cunha ainda afirmou que as restrições ao funcionamento do setor impostas por meio dos decretos publicados pelo governo estadual, em combate à disseminação da Covid-19, têm motivado o fechamento de empresas diariamente e incentivado o comércio ilegal.

“Hoje a Cachaçaria do Dedé está fechando duas lojas. O governo, o Ministério Público, a Defensoria Pública, todos acham que esse é o curso normal das coisas, mas não é. As empresas estão fechando. Tudo está incentivando a clandestinidade, o não pagamento de impostos e contratações ilegais”, disse.

O presidente afirmou que uma das alternativas para o problema seria a intermediação junto ao Governo Federal solicitando subsídio ao setor e medidas como a suspensão de contratos de trabalho.

Reportagem: Priscila Caldas

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

IPTU em cota única e com descontos pode ser pago até 15 de março

As informações de lançamento, assim como as guias para pagamento do IPTU 2022 estarão disponíveis para consulta e impressão dentro dos próximos dias no site Manaus Atende.

18 de janeiro de 2022

Leilão de quadrinhos raros, nos Estados Unidos tem arrecadação milionária

Leilão tem arrecadação superior a US$ 12 milhões com itens raros das editoras americanas de histórias quadrinhos publicadas entre os anos 1930 e 1980 com personagens famosos.

18 de janeiro de 2022

Grupo de farmácias vê teste de Covid saltar de 200 para 2 mil por dia

Grupo Tapajós identificou explosão de busca por testes de Covid e antigripais somente em janeiro entre as drogarias que administra, com a alta dos casos de gripes na cidade.

18 de janeiro de 2022

Mais ricos dobram fortunas e milhões entram para pobreza na pandemia

Fortuna dos dez mais ricos do mundo saiu de US$ 700 bilhões para US$ 1,5 trilhão de acordo com relatório "Desigualdade Mata" da Oxfam, divulgado na semana do Fórum de Davos.

17 de janeiro de 2022

Pedidos de recuperação judicial caem 24% em 2021, aponta Serasa

Segundo a Serasa, os micro e pequenos negócios tiveram o maior número de requisições apesar de estarem em queda no comparativo com o mesmo período do ano anterior.

17 de janeiro de 2022

Governo alerta sobre mudanças na Nomenclatura Comum do Mercosul

Medida obriga que empresas incentivadas do Polo Industrial de Manaus façam solicitação de adequação no banco de dados da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

17 de janeiro de 2022

Manaus teve a maior arrecadação de IPTU da Região Norte, em 2020

Conforme a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) divulgado nesta segunda-feira (17). A capital do Amazonas arrecadou naquele ano, R$ 289,1 milhões, seguida de Palmas.

17 de janeiro de 2022

CNI: emprego, faturamento e renda na indústria avançam em novembro

O faturamento real da Indústria de Transformação cresceu 0,7% em novembro, na comparação com outubro. A alta reverte a sequência de três quedas consecutivas no faturamento.

17 de janeiro de 2022