fbpx

domingo, 16 de janeiro de 2022

AM é o estado com maior média salarial do Norte, revela pesquisa

Com média salarial de R$ 1.520,77, o Amazonas ocupa a oitava posição entre os estados com as melhores médias salariais do Brasil. Média salarial nacional ficou em R$1.667,64.

6 de janeiro de 2022

Compartilhe

Média salarial nacional fica em torno de R$1.667,64 (Foto: Reprodução)

A 63ª edição da Pesquisa Salarial realizada pela Catho, marketplace de tecnologia que conecta empresas e candidatos de forma gratuita, revela o ranking de estados com a maior média salarial do Brasil. Na região Norte, o Amazonas se coloca como o estado onde os trabalhadores ganham os melhores salários, com média de R$ 1.520,77.

Este valor também coloca o Amazonas como o estado com a oitava melhor média salarial do país.

Entre os estados do Norte, na sequência aparecem o Pará (R$ 1.512,54), Tocantins (R$ 1.398,36), Roraima (R$ 1.387,14), Rondônia (R$ 1.372,15), Amapá (R$ 1.336,09) e Acre (R$ 1.32518).

Ainda segundo o levantamento, a média salarial em São Paulo é de R$1.926,78,  de R$1.756,71 no Rio de Janeiro e  de R$1.731,48 no Distrito Federal.

Regiões

Com dois estados no topo do ranking, a região Sudeste é a que oferece a maior média salarial, com um valor de R$1.805,39.

Em contrapartida, com média salarial de R$ 1.406,62, o Nordeste tem a menor remuneração com três estados ocupando as últimas colocações: Rio Grande do Norte (R$1.292,72), Sergipe (1.286,20) e Paraíba (1.282,66).

O Norte aparece na quarta colocação entre as cinco regiões, com média salarial de R$ 1,464.26.

A média salarial nacional fica em torno de R$1.667,64. O estudo contou com a resposta de 8.400 profissionais de diferentes níveis hierárquicos que atuam em todo o Brasil.

Confira o ranking completo:

EstadoMédia Salarial
São PauloR$ 1,926.78
Rio de JaneiroR$ 1,756.71
Distrito FederalR$ 1,731.48
ParanáR$ 1,631.66
Santa CatarinaR$ 1,624.48
Rio Grande do SulR$ 1,572.50
Minas geraisR$ 1,542.37
AmazonasR$ 1,520.77
ParáR$ 1,512.54
Mato GrossoR$ 1,509.39
Espírito SantoR$ 1,503.64
BahiaR$ 1,488.07
Mato Grosso do SulR$ 1,453.34
MaranhãoR$ 1,450.18
GoiásR$ 1,435.83
PernambucoR$ 1,427.47
CearáR$ 1,411.09
TocantinsR$ 1,398.36
RoraimaR$ 1,387.14
RondôniaR$ 1,372.15
AmapáR$ 1,336.09
AcreR$ 1,325.18
AlagoasR$ 1,304.66
PiauíR$ 1,303.50
Rio Grande do NorteR$ 1,292.72
SergipeR$ 1,286.20
ParaíbaR$ 1,282.66
Fonte: 63ª Pesquisa Salarial/Catho

Da Redação

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Parceria busca soluções para desenvolvimento sustentável da Amazônia

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e Rede Rhisa querem integrar por meio de soluções tecnológicas ao menos duas mil comunidades rurais.

16 de janeiro de 2022

Sine Manaus oferece 79 vagas de empregos novas nesta segunda-feira

Serviço Nacional de Emprego da prefeitura de Manaus tem vagas novas e remanescentes para diversos profissionais, que devem agendar o atendimento por meio da internet.

16 de janeiro de 2022

Burnout, a ‘nova’ síndrome que vai impactar o mundo do trabalho

Organização Mundial do Trabalho reconhece a Síndrome de Burnout como uma doença ocupacional ligada a atividade do trabalhador. Advogada relata o drama após ser diagnosticada.

16 de janeiro de 2022

Pix é a modalidade de pagamento preferida dos ‘pequenos’

Ao menos 86% dos pequenos negócios realizados no País estão utilizando o Pix como forma preferencial de pagamento. Essa modalidade foi desenvolvida pelo Banco Central.

15 de janeiro de 2022

Pandemia afetou mais empreendedores negros, diz pesquisa do Sebrae

A 13ª Pesquisa de Impacto do Coronavírus nos Pequenos Negócios, feita pelo Sebrae, apontou que 72% dos empresários negros estão faturando menos que brancos.

15 de janeiro de 2022

Supremo Tribunal recebe nova ação contra a PEC dos Precatórios

Ação apresentada ao Supremo Tribunal Federal pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil questiona vários pontos da emenda aprovada no Congresso.

15 de janeiro de 2022

Governo Bolsonaro implodiu mesa de negociação e pode encarar greves

Presidente do Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado prevê que a falta de diálogo com categorias do serviço público causará sucessivas paralisações e greves.

15 de janeiro de 2022

Pagamento pela internet conquistou a preferência dos brasileiros

Levantamento feito por empresa especializada em novas tecnologias mostrou que em 2021 mais da metade dos brasileiros optaram por realizar pagamentos via internet.

15 de janeiro de 2022