fbpx

domingo, 17 de outubro de 2021

Rio Negro sobe mais um centímetro e supera marca histórica

Especialistas acreditam que o nível do rio pode atingir a marca dos 30 metros nas próximas semanas para, então, se estabilizar e começar a baixar lentamente.

1 de junho de 2021

Compartilhe

Nível do Rio Negro atingiu 29,98 metros nesta terça-feira (Foto: Bruno Kelly/Reuters)

O nível do Rio Negro atingiu 29,98 metros nesta terça-feira (1º), tendo variado um único centímetro, próximo a Manaus (AM), nas últimas 24 horas. Embora seja tecnicamente insignificante, a elevação foi suficiente para que a máxima histórica registrada em 2012, de 29,97 metros, fosse superada.

Ontem (31), especialistas afirmaram que o nível do rio pode atingir a marca dos 30 metros nas próximas semanas para, então, se estabilizar e começar a baixar lentamente.

Segundo a pesquisadora do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) Luana Gripp Simões Alves, há 80% de chances de o nível do Rio Negro chegar aos 30 metros, mas, em termos de volume d´água, isso não significaria prejuízos maiores que os já registrados.

“Em termos de volume d´água, o fato de o nível subir um ou dois centímetros a mais impactaria muito pouco”, disse Luana, ontem. A pesquisadora também explicou que as medições comportam uma margem de erro de até cinco centímetros – dentro da qual os resultados vêm variando ao longo dos últimos dias, o que, segundo a pesquisadora, reforça a tese de que a situação esteja começando a se estabilizar.

“Tudo indica que estamos passando por um processo de finalização de enchentes. Provavelmente, em termos de efeitos, a inundação que observaremos este ano é isso aí que já estamos vendo”, comentou Luana, enfatizando que, mesmo depois que o nível do Rio Negro começar a baixar, os efeitos da cheia serão sentidos por algum tempo. “Os impactos não vão cessar de um dia para o outro. Ainda demorará várias semanas, pois, no primeiro momento, a velocidade [da vazão] será lenta.”

Em Manaus, as cheias do Rio Negro afetaram a população de 15 bairros. A prefeitura começa a pagar, hoje, o auxílio aluguel municipal para 1.834 famílias atingidas. Cada família contemplada receberá R$ 600, pagos em duas parcelas de R$ 300 cada. Além disso, nas duas últimas semanas, a prefeitura distribuiu 2 mil cestas básicas, colchões, lençóis e kits de limpeza. Por segurança, postes de iluminação da região central foram desligados a fim de evitar incidentes.

Além de Manaus, outras 57 cidades amazonenses foram de alguma forma atingidas pelas cheias de rios que cortam o estado. Dos 62 municípios amazonenses, apenas quatro não foram afetados. Quarenta e oito prefeituras decretaram situação de emergência; seis reconheceram a situação de transbordamento dos cursos d´água e quatro a situação de alerta. Veja a relação abaixo.

Municípios amazonenses em situação de emergência (48):

Calha do Baixo Solimões (9): Manacapuru; Careiro da Várzea; Anori; Caapiranga; Anamã; Codajás; Iranduba; Manaquiri e Careiro Castanho.

Calha do Médio Solimões (8): Jutaí; Fonte Boa; Japurá; Maraã; Uarini; Alvarães; Tefé e Coari.

Calha do Juruá (7): Guajará; Ipixuna; Eirunepé; Envira; Itamarati; Carauari e Juruá.

Calha do Purus (6): Boca do Acre; Pauini; Lábrea; Canutama; Tapauá e Beruri.

Calha do Baixo Amazonas (5): Barreirinha; Boa Vista do Ramos; Nhamundá; Urucará e Parintins.

Calha do Madeira (4): Borba; Nova Olinda do Norte; Novo Aripunã; Manicoré.

Calha do Alto Solimões (4): Atalaia do Norte; Tabatinga; Tonantins e Santo Antônio do Iça.

Calha do Médio Amazonas (4): Itacoatiara; Silves; Autazes e Urucurituba.

Calha do Rio Negro (1): Manaus.

Municípios amazonenses em situação de transbordamento (6):

Calha do Alto Solimões (3): Benjamin Constant; São Paulo de Olivença e Amaturá.

Calha do Baixo Amazonas (2): São Sebastião do Uatumã e Maués.

Calha do Médio Amazonas (1): Itapiranga.

Municípios amazonenses em situação de alerta (4):

Calha do Rio Negro (4): São Gabriel da Cachoeira; Santa Isabel do Rio Negro; Barcelos; Novo Airão.

Municípios amazonenses em situação de normalidade (4):

Calha do Madeira (2): Apuí e Humaitá

Calha do Médio Amazonas (2): Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo.

Fonte: Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Pais atenderam ao ‘Dia D’ e movimentaram salas de vacinação

A campanha, coordenada pela Semsa, iniciou no dia 1º se estenderá até o dia 29 de outubro com a oferta de 18 imunizantes diferentes.

16 de outubro de 2021

‘Prato do Povo’ atenderá moradores do Viver Melhor

As refeições, servidas em buffet, são comercializadas pelo valor de R$1 e apresentam o devido acompanhamento nutricional.

16 de outubro de 2021

Wilson Lima distribui mais de quatro toneladas de pescado em ação

Durante a sexta edição do programa Peixe no Prato Solidário foram distribuídas mais de quatro toneladas de pescado e uma tonelada de farinha.

16 de outubro de 2021

Shopping Ponta Negra promove palestras sobre saúde da mulher

Programação contará com palestras para alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

16 de outubro de 2021

Sistema previdenciário municipal mantém certificação em nível máximo

Entre os requisitos avaliados estiveram três pilares: controle interno, governança corporativa e dimensões da educação previdenciária.

16 de outubro de 2021

Trânsito: confira o que muda para jogo entre Manaus FC e Ypiranga

O IMMU interditará a avenida Constantino Nery sentido bairro/centro a partir de 11h. No sentido centro/bairro, os ônibus e veículos poderão circular normalmente.

16 de outubro de 2021

Postos de vacinação contra a Covid-19 não funcionam neste sábado

A suspensão da imunização contra a Covid-19 neste sábado visa evitar aglomerações nas salas de vacina que atuam no Dia “D” da campanha de multivacinação.

15 de outubro de 2021

Sete servidores aprovados no concurso público do TCE tomam posse

A posse dos novos servidores acontece oito dias após a nomeação de 20 candidatos aprovados no concurso público, fase anterior à posse.

15 de outubro de 2021