fbpx

quarta, 10 de agosto de 2022

Para cientista social, privatização dificultou acesso à água em Manaus

Padre Sandoval Alves, que tem como tese de doutorado a luta por água na Amazônia, disse que as metas de abastecimento e tratamento não foram alcançadas na capital amazonense.

12 de janeiro de 2022

Compartilhe

Para Sandoval, Brasil está caminhando na contramão do mundo que já voltou atrás da privatização do sistema de água e esgoto (Foto: Reprodução)

A privatização dos serviços de água e esgoto em Manaus feita em 2000 não universalizou a oferta de água tratada e esgoto na cidade. Essa é a conclusão do padre Sandoval Alves, que é doutor em Ciências Sociais, autor da tese de doutorado “A Luta pela Água na Amazônia”.

De acordo com ele, quatro empresas já administraram o sistema de água e esgoto de Manaus, mas nenhuma delas, em seus tempos de gestão, não alcançaram as metas traçadas no contrato de privatização.

“Esse contrato previa que a partir do ano 2006, haveria 95% na cobertura de abastecimento de água. Em 2016, já era previsto, segundo as metas previstas no contrato, que a cidade de Manaus já tivesse 98% do território municipal abastecido de água potável. Em relação ao esgoto, a situação é pior, porque em 2006, eles já fizeram a promessa de que 31% da cidade já teria coleta e tratamento de esgoto”, indica o cientista social.

Na avaliação do padre jesuíta, o Brasil está caminhando na contramão do mundo que já voltou atrás da privatização do sistema de água e esgoto. Ele destaca que nos últimos 15 anos cerca de 250 países decidiram reestatizar o tratamento de água e esgoto.

“Mercado quer lucro. Naqueles lugares onde o mercado verifica que não há retorno financeiro, é lógico que ele não vai investir. É uma incompatibilidade impressionante: direito humano e mercado. E isso a gente pode ver aqui em Manaus durante esses vinte anos de privatização. As regiões mais pobres de Manaus são as regiões que mais têm problema de abastecimento de água”, afirmou o padre e cientista social.

Sandoval defendeu uma gestão pública e participativa do sistema de água e esgoto em Manaus. Segundo ele, a participação social vai trazer mais transparência e obrigar o Estado a prestar contas com a sociedade civil.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Obras do Complexo Viário dos anéis Sul e Leste seguem em ritmo acelerado

Para quem mora no entorno das obras dos Aneis Viários Sul e Leste, o projeto representa mais dignidade e progresso para a população e para a cidade de Manaus.

9 de agosto de 2022

Pacote de obras na área da segurança pública no AM chega a R$ 150 milhões

De 2019 a 2022, os recursos para reformas e reparos nas unidades policiais somam cerca de R$ 10 milhões. As obras incluem pintura, troca de fechaduras, parte elétrica, etc.

9 de agosto de 2022

Lei estadual garante visita gratuita a museus e prédios históricos do AM

A gratuidade, segundo a lei, não precisará ser concedida em dias que recaiam sobre feriados nacionais, estaduais ou municipais, ou ainda em ponto facultativo.

9 de agosto de 2022

Festejo de Santo Antônio de Borba agora é Patrimônio Cultural do AM

Festejo de Borba, realizado em junho, movimenta a economia da cidade e teve início em 1756 com eventos organizados por padres jesuítas no interior do Amazonas.

9 de agosto de 2022

Lei Aldir Blanc pode salvar Cultura com a Rouanet desmontada

Lei Aldir Blanc 2 pode recuperar vácuo da Lei Rouanet que foi paralisada no Governo Bolsonaro e democratizar mais o acesso aos recursos pelos trabalhadores da Cultura.

8 de agosto de 2022

Obras de construção do Anel Viário Sul estão 75% concluídas

Segundo o governador do Amazonas, Wilson Lima, o trabalho de drenagem, que está em fase de execução, é fundamental para que a obra tenha uma vida útil longa. 

8 de agosto de 2022

Manaus terá 88 pontos de vacinação contra a Covid-19 esta semana

A vacinação tem início às 8h nas unidades de saúde e às 9h nos pontos estratégicos do Studio 5 e shopping Phelippe Daou. O horário de encerramento varia.

8 de agosto de 2022

Livro lançado pela Prefeitura é destaque em Festival de Quadrinhos em BH

Livro sobre o chargista Miranda lançado pela Prefeitura de Manaus acompanha obras da Região Norte no FIQ 2022, em Belo Horizonte.

7 de agosto de 2022