fbpx

quinta, 20 de janeiro de 2022

Ômicron “infelizmente” chegará ao Brasil, diz presidente do Butantan

Variante ômicron surgida na África do Sul forçou Brasil a fechar fronteiras aéreas para voos vindo de seis países do sul do continente Africano,

28 de novembro de 2021

Compartilhe

O surgimento da nova variante comprova a tese da OMS de que o controle da pandemia depende da vacinação universal. (Foto: Divulgação)

Para Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan, o Brasil “infelizmente” vai ter casos da ômicron, nova cepa do coronavírus. Ao jornal Folha de S.Paulo, Covas diz que“resta saber se [a variante] será contida”.

Sequenciada pela África do Sul na última semana, a ômicron foi classificada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como “variante de preocupação”, por sua maior transmissibilidade.

A organização fala em “evidências preliminares sugerem um risco aumentado de reinfecção com esta variante”, em comparação com outras. Ao menos 10 países já registraram casos de infecção pela ômicron.

“O Brasil e os demais países dependem de medidas locais e regionais”, afirma Covas. Ele diz ser preciso, além do controle de entrada, quarentena dos que viajam da África para o Brasil. “Não vejo isso sendo adotado”.

O surgimento da nova variante comprova a tese da OMS de que o controle da pandemia depende da vacinação universal.

Segundo a organização, sem a equidade vacinal há mais transmissão e mortes, mais chances de surgirem novas variantes e caos social e econômico –argumento corroborado por cientistas. Covas diz estudar fazer doações da CoronaVac –vacina anticovid desenvolvida pela Sino.

Da Redação, com informações do Poder 360

Leia mais:

Leia mais Dia a Dia

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Decisão foi unânime. Esquema vacinal é o mesmo recomendado para adultos: duas doses aplicadas em intervalo de 28 dias. Agência vetou dose para menores imunossuprimidos.

20 de janeiro de 2022

Técnicos da Anvisa recomendam CoronaVac na faixa de 6 a 17 anos

A aprovação ou não do imunizante para esta faixa ainda depende da votação da Diretoria Colegiada da Agência de Saúde, que ainda está em andamento.

20 de janeiro de 2022

Santa Isabel do Rio Negro vira ponto do programa Amazônia Conectada

Hospital de Santa Isabel do Rio Negro (AM) é o mais novo ponto do programa federal Amazônia Conectada e deve fazer uso de telemedicina com internet por fibra óptica fluvial.

20 de janeiro de 2022

Teatro Amazonas e espaços culturais têm novos horários de funcionamento

Fica proibido o contato físico com elementos dos espaços, como colunas, paredes, vitrines expositoras, esculturas, pinturas, demarcadores, portas e maçanetas.

20 de janeiro de 2022

Predominância da variante Ômicron é de 93% em casos de Covid-19 no AM

Os novos casos detectados de Covid-19, pela Ômicron, não são de passageiros desembarcados em Manaus, vindos de regiões com transmissão comunitária da variante.

20 de janeiro de 2022

Com 7,5 mil novos casos, AM registra 29,1 mil casos de Covi-19 em dez dias

No dia 10 de janeiro deste ano, o Estado registrava 229 novos casos. Agora, são 7.505 novos casos da Covid-19 identificados nas últimas horas.

19 de janeiro de 2022

Centros de Testagem lotados podem aumentar riscos de contaminação

O Amazonas registrou quase 5 mil novos casos de Covid-19 na última terça-feira e o número pode aumentar com dois centros de testagem em funcionamento em Manaus.

19 de janeiro de 2022

Deficientes visuais trilham caminho da massoterapia, em Manaus

Turma do Senac AM, formada por 11 deficientes visuais, aprendeu técnicas como drenagem linfática, massagem relaxante, massagem terapêutica e massagem voltada para o atleta.

19 de janeiro de 2022