fbpx

sábado, 24 de julho de 2021

Jovens em medidas socioeducativas recebem acompanhamento do TJAM

Projeto "Audiências Concentradas”, que a cada três meses promove rodadas de acompanhamento processual de adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

29 de junho de 2021

Compartilhe

Projeto Audiências Concentradas fechou o primeiro semestre do ano perfazendo um total de 50 audiências realizadas (Foto: Chico Batata/TJAM)

O “Projeto Audiências Concentradas”, que a cada três meses promove rodadas de acompanhamento processual de adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas nas unidades de internação da capital, fechou este primeiro semestre do ano perfazendo um total de 50 audiências realizadas.

Com os trabalhos ocorridos entre os meses de março e junho, as audiências, que normalmente são presenciais (no recinto das próprias unidades de interanção), neste período ocorreram de forma híbrida (com parte dos participantes acompanhando por videoconferência) em razão da pandemia de covid-19. A próxima rodada de audiências está programada para o mês de setembro.

No ano passado, a atividade implementada pela Vara de Execução de Medidas Socioeducativas do Tribunal de Justiça do Amazonas (Vems/TJAM), que conta com a parceria da Defensoria Público do Estado (DPE/AM) e do Ministério Público (MPE/AM), somou 97 audiências realizadas virtualmente – com rodadas nos meses de março, junho, setembro e dezembro.

“Durante a pandemia, devido às restrições impostas pela covid-19, foi necessário mudar a abordagem que fazíamos com os adolescentes e suas famílias em uma sala de aula de maneira presencial e, em 2020, fizemos audiências totalmente no meio virtual. Neste ano, a defensora pública e eu estamos indo de forma presencial aos centros socioeducativos. Os funcionários da Vara, assim como o representante do Ministério Público, por sua vez, têm participado de forma virtual”, explicou o titular da Vems/TJAM, juiz Luís Cláudio Chaves.

As adaptações para dar continuidade à análise dos processos colaboraram para a estabilidade dos dados estatísticos, mantendo baixos os índices de reincidência verificados no projeto, afirma o juiz Luís Cláudio. Conforme o magistrado, com o advento das Audiências Concentradas, os centros socioeducativos do Amazonas que trabalham em meio fechado, com a restrição de liberdade dos jovens em cumprimento de medidas socioeducativas, apresentaram índice de reentrada de adolescentes na ordem de 4%.

Após a maioridade, conforme Luís Cláudio, o índice geral de reincidência permanece em 22%, referindo-se aos processados criminalmente por nova acusação. “Seja como for, os 22% são números extremamente mais baixos do que o do sistema prisional, que traz em torno de 70% de reincidência”, salienta o magistrado.

Reconhecido pelo CNJ

A metodologia das Audiências Concentradas é prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e recomendada pelo Conselho Nacional de Justiça. Com o objetivo de reavaliar sistematicamente a situação jurídica e psicossocial de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio fechado, as Audiências Concentradas reúnem o juiz; os representes da Defensoria e do Ministério Públicos; a equipe multidisciplinar que acompanha o adolescente na unidade de internação; além de familiares dos jovens.

O juiz Luís Cláudio explica que a audiência começa com a leitura do relatório feito pela equipe psicossocial sobre como o adolescente vem respondendo ao cumprimento da medida socieducativa.

Conforme a evolução, é feita a análise sobre a manutenção, progressão para meio aberto ou semiaberto, ou até a extinção da medida que foi imposta a ele pela Justiça. “O ECA prevê que essas audiências ocorram de seis em seis meses. Nós optamos por realizá-las de três em três meses, o que nos permite um acompanhamento ainda melhor dos casos”, ressalta o magistrado.

O “Projeto Audiências Concentradas” implementado pela Vems/TJAM foi integrado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ao “Programa Fazendo Justiça”, que utiliza a metodologia das Audiências Concentradas no âmbito do sistema socioeducativo, como estratégia para garantir maior agilidade na avaliação e no acompanhamento das situações pessoais, processuais e procedimentais que envolvem as trajetórias de adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas no Brasil.

“O CNJ ter enxergado esse projeto, vindo a Manaus, validado e depois, através do Fórum Nacional da Infância e Juventude, ter proposto uma recomendação – a de n.º 98, de 26 de maio deste ano – aos tribunais para executar as medidas, proposição aprovada pelo plenário do CNJ por unanimidade, nos dá uma grande responsabilidade de continuar lutando para implementação dessas práticas, que favorecem o redirecionamento dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa no Brasil”, afirmou o titular da Vems/TJAM.

Leia mais:

Leia mais Dia a Dia

Hortaliças cultivadas no sistema prisional são doadas a instituições

Os produtos orgânicos são cultivados na horta do Centro de Detenção Provisória de Manaus 2 e foram doados a instituições de acolhimento.

23 de julho de 2021

Fiscalização do combustível de veículos da Semed em Humaitá é redobrada

A partir de agora, toda tentativa de abastecimento ilegal deve ser comunicada aos órgãos de controle, a fim de evitar fornecimento em desacordo com o solicitado.

23 de julho de 2021

Cadastro do Auxílio Estadual para trabalhadores da cultura é reaberto

O novo prazo foi determinado em decreto, que também simplifica as regras para o acesso. O valor do benefício é de R$ 600.

23 de julho de 2021

Negligenciada por Arthur, cratera na avenida Brasil será reparada

Segundo o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, o problema na via é antigo e foi negligenciado pela última administração, prejudicando uma faixa da pista.

23 de julho de 2021

Prefeitura e gestores tratam sobre a volta das aulas 100% presenciais

A meta da Prefeitura de Manaus é que os alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental voltem a ter aulas 100% presenciais ainda este ano.

23 de julho de 2021

UBS Luiz Montenegro é entregue em novo endereço no bairro Planalto

Conforme a Prefeitura de Manaus, o endereço original da UBS é no bairro Lírio do Vale, mas o imóvel onde funcionava a unidade de saúde enfrenta problemas estruturais.

23 de julho de 2021

MPF-AM recomenda que 30% da merenda escolar saia da agricultura familiar

O MPF estabelece prazo de 15 dias, contados a partir do recebimento do documento, para prestação das informações sobre as medidas recomendadas.

23 de julho de 2021

UEA ganha prêmio internacional por balsa com recursos anti-Covid

Projeto 'Arapaima Gigas', desenvolvido pelo grupo de estudantes, teria capacidade para levar 300 pessoas de Manaus a Tefé, num percurso de 20 horas.

22 de julho de 2021