fbpx

quinta, 30 de junho de 2022

Injúria racial em espaços públicos tem pena ampliada no Plenário do Senado

Pleno do Senado aumenta pena para crimes de injúria racial quando praticados em eventos esportivos ou culturais e para finalidade humorística.

19 de maio de 2022

Compartilhe

Relator do PL no Senado, foi o senador Paulo Paim (PT) que também criminalizou ofensas às práticas religiosas (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O crime de injúria racial terá penas aumentadas quando for praticado em eventos esportivos ou culturais e para finalidade humorística. O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (18), projeto de lei (PL 4.566/2021) com esse objetivo e que agora volta para a Câmara dos Deputados.

O texto eleva a pena para 2 a 5 anos de reclusão nas situações que especifica. Atualmente, o Código Penal estipula a pena de 1 a 3 anos de reclusão para a injúria com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião e origem.

Originalmente, o projeto tratava da injúria racial em locais públicos ou privados de uso coletivo. O relator no Senado, Paulo Paim (PT-RS), acrescentou dispositivos deixando explícitos alguns casos de aplicação da nova regra. As mudanças feitas pelos senadores precisam agora ser confirmadas pelos deputados.

A nova pena valerá para os casos de injúria no contexto de atividades esportivas, religiosas, artísticas ou culturais. Além da detenção, o condenado será proibido de frequentar os locais destinados a eventos esportivos e culturais por três anos.

Poderá haver acréscimo adicional de um terço à metade da pena quando a injúria tiver objetivo de “descontração, diversão ou recreação”, ou então quando for praticada por funcionário público no exercício da função.

O projeto também prevê aplicação da pena para injúria para quem agir com violência contra manifestações e práticas religiosas. Na versão de Paulo Paim, essa medida se dirigia unicamente às religiões de matriz africana. A pedido do senador Carlos Viana (PL-MG), ele alterou o texto para que fossem cobertas todas as religiões.

Paim justificou a expansão do projeto, argumentando que eles conferem “mais efetividade” ao texto discutido e consolidam práticas que, segundo ele, já se mostraram positivas.

O projeto ainda orienta os juízes a considerar como discriminatórias as atitudes que causarem “constrangimento, humilhação, vergonha, medo ou exposição indevida” à vítima, e que não seriam dispensadas a outros grupos em razão da cor, etnia, religião ou procedência.

Com informações da Agência Senado

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Dados da Covid ficarão disponíveis no site da FVS-AM no período eleitoral

Em atenção à Lei Eleitoral nº 9.504/1997, está suspenso o envio de dados e textos, via Secretaria de Comunicação do Estado, a partir de 2 de julho até o final das eleições.

30 de junho de 2022

4ª dose da vacina contra Covid é liberada para público a partir dos 18 anos

A campanha de vacinação contra a Covid-19 ganha o reforço de mais 28 pontos e agora totaliza 81 locais para atender o público infantil e adulto.

30 de junho de 2022

Proibição de demarcação de terras agrava insegurança de indígenas

Casos de violência contra indígenas e ativistas, com relatos de assassinatos na Amazônia, foram relatados pelo CIMI em evento do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

30 de junho de 2022

Amazonas alerta sobre aumento de casos de Covid-19 no Amazonas

Em Manaus, o número de casos passou de 18 para 103 casos novos por dia. No interior, o aumento na média diária foi de 8 para 20 casos diários.

30 de junho de 2022

MP reúne com Sinetram e cobra solução para problemas da bilhetagem

Além do Sinetram e da Decon, foram ouvidos representantes do IMMU e da empresa Meson Amazônia, responsável pelo gerenciamento do software do sistema de bilhetagem eletrônica.

29 de junho de 2022

Defensoria lança cartilha contra violência LGBTIfóbica, neste sábado

Com a cartilha será possível aprender a diferenciar as mais variadas formas de violência a que o público é submetido diariamente, bem como aprender sobre onde buscar ajuda.

28 de junho de 2022

Governo inaugura maior PAC de Manaus para 7 mil atendimentos por Mês

Nova Unidade inaugurada por Wilson Lima no Studio 5 tem capacidade para atender mais de 7 mil pessoas por mês com serviços diversos do Estado, Prefeitura e outros órgãos.

28 de junho de 2022

Com dados escassos, estupros de LGBTQIA+ aumentam 88% em um ano

A ausência de dados também afeta a qualidade das informações na forma de distorções percentuais, pois muitos estados não têm uma rotina de monitoramento eficiente.

28 de junho de 2022