fbpx

quarta, 19 de janeiro de 2022

Garimpeiros do Madeira buscam abrigo em ginásio após chegada da PF

Em menos de um mês, os garimpeiros voltam a ser alvo de mais uma operação da Polícia Federal para coibir o garimpo ilegal no rio Madeira; uso de mercúrio contaminou região.

15 de dezembro de 2021

Compartilhe

Garimpeiro tentam retirar objetos de balsas antes da chegada dos agentes da PF (Foto: Divulgação)

Em vídeo enviado ao RealTime1 na tarde desta quarta-feira (15), garimpeiros do rio Madeira dizem temer repressão da Polícia Federal (PF) durante a operação Uiara 2, que tem por objetivo a identificação e a destruição de balsas/dragas usadas no garimpo ilegal de ouro na região.

Nas imagens, o vice-prefeito de Borba, Zé Pedro, se apresenta como porta-voz dos garimpeiros.

“Nós estamos ao lado dessas famílias que atuavam no garimpo, mas atualmente estavam todos parados na frente da cidade. A segunda ordem da PF veio e elas ficaram nessa situação [sem lar]”, explica o vice-prefeito no início do vídeo.

Ainda segundo o parlamentar, há crianças, homens e mulheres e pais de família que já começaram a transportar objetos pessoais e outros itens para evitar que eles sejam destruídos – como ocorreu na operação anterior, realizada no fim do mês de novembro deste ano. Naquela ocasião, mais de 130 balsas foram destruídas – boa parte delas pelo fogo.

A população do garimpo, que vive hoje sobre as balsas, está se dirigindo para o ginásio municipal onde a Prefeitura de Borba, segundo o vice-prefeito, oferece um suporte.

“É uma calamidade pública muito forte e triste na cidade de Borba. Nós estamos a menos de 15 dias do Natal e vendo essas famílias todas perdendo as suas casas”, lamenta Zé Pedro.

O vice-prefeito destaca que o apelo dos garimpeiros é para que a PF não queime seus pertences. “Eles vão se retirar e seguir para as suas comunidades, que ficam acima da cidade de Borba”, garante o parlamentar ao finalizar o vídeo. Confira:

Laudo aponta contaminação no rio Madeira

O laudo da perícia feita, pela PF, a partir da análise de coleta de vestígios na região (água, sedimentos, fauna, flora e em cidadãos ribeirinhos), detectou elevados índices de contaminação por mercúrio na água, no leito do rio, na vegetação e nos seres humanos que habitam as margens do rio Madeira.

Antes da divulgação do laudo da PF, o RealTime1 mostrou um alerta feito pelo pesquisador Paulo Basta, da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), sobre a contaminação da região pelo uso de mercúrio.

Assista à reportagem da TV RealTime1 produzida na região do garimpo do rio Madeira:

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Carreta Vacina Amazonas atende moradores do Tarumã a partir de hoje

A unidade móvel conta com profissionais de saúde oferecendo atendimento de segunda a sábado, das 9h às 16h, ao público do bairro Tarumã.

19 de janeiro de 2022

UEA aplica provas de Habilidades dos cursos de Dança, Teatro e Música

Candidatos aos cursos de Dança e Teatro farão prova de forma virtual; para o curso de Música a prova teórica será presencial e a prova prática será virtual.

19 de janeiro de 2022

Amazonas registra quase 5 mil novos casos de Covid-19 nas últimas horas

O aumento é de 64,03% se comparado os recentes dados com os mesmos dados do dia 18 de janeiro do ano passado, quando o Amazonas registrava apenas 1.790 novos casos de Covid.

18 de janeiro de 2022

Sisu e Prouni abrem inscrições em fevereiro; Fies, em março

Para concorrer aos processos seletivos para programas de acesso ao ensino superior -- Prouni, Sisu e Fies --, estudante precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio.

18 de janeiro de 2022

População de Manaus foi a que mais engordou durante a pandemia

Relatório Doenças Crônicas e Seus Fatores de Risco e Proteção mostra que, em 2020, 24,9% dos manauaras adultos apresentavam obesidade, maior índice entre as capitais.

18 de janeiro de 2022

Em 2021, devastação do bioma Amazônia cresceu 49% só no Amazonas

De acordo com dados do Imazon, em 2021 o Amazonas foi o estado da região que registrou o maior crescimento na devastação do bioma em relação ao ano anterior.

18 de janeiro de 2022

Casos de Covid no Amazonas aumentam e visitas em hospitais são suspensas

Em caso de acompanhantes, têm direito pacientes acima de 60 anos, pessoas com deficiência, menores de 18 anos ou mulheres no pré-parto e pós-parto.

18 de janeiro de 2022

Teatro Amazonas recebe festival de cinema Olhar do Norte

A quarta edição do festival Olhar do Norte foi contemplada pelo Programa Cultura Criativa – 2021/AM, realizado pelo Governo. Ao todo, 17 filmes concorrem em nove categorias.

18 de janeiro de 2022