fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Estelionatários cobram falsa taxa para cadastro em programa habitacional

Não há cobrança de qualquer espécie ou taxa para inscrição. Orientação é de que a polícia seja acionada e um Boletim de Ocorrência seja registrado pela vítima.

16 de dezembro de 2021

Compartilhe

O Implurb informou que não está fazendo nenhum novo cadastramento (Foto: Arquivo/Implurb)

Prefeitura de Manaus alerta a população e beneficiários do programa habitacional de interesse social e de comunidades, que são o público-alvo de projetos de regularização fundiária, sobre estelionatários que estão se passando por cadastradores.

A vice-presidência de Habitação e Assuntos Fundiários (Vpreshaf), vinculada ao Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), informa que não está fazendo nenhum novo cadastramento, nem autorizou qualquer instituição, Organização Não Governamental (ONG), associação ou pessoa a realizar cadastro, e que não há cobrança de qualquer espécie ou taxa para regularização fundiária.

A orientação é a de que, caso a pessoa seja abordada, procure a polícia e registre um Boletim de Ocorrência.

“Temos um cronograma e todas as ações são amplamente divulgadas. Caso alguém tenha feito alguma negociação com o suspeito envolvendo cadastro, a orientação é procurar uma delegacia, fazer denúncia à polícia e registrar um Boletim de Ocorrência”, explicou o vice-presidente Renato Queiroz.

Atualmente, dois pontos da Habitação funcionam na capital, para atender cidadãos que já tem cadastro para o programa municipal: um na galeria Espírito Santo, na rua 24 de Maio com a Joaquim Sarmento, Centro; e outro no shopping Phelippe Daou, no Jorge Teixeira, zona Leste, no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) Municipal. Ambos funcionam de 9h às 13h.

Responsável pela atualização do cadastro habitacional, a Vpreshaf atende de segunda a sexta-feira (exceto feriados) nos dois pontos. Quem não tem cadastro deve esperar uma nova fase, que será anunciada. No momento, o serviço é exclusivo para atualização de dados. Para manter os cuidados com distanciamento social referentes à pandemia da Covid-19, os serviços são agendados previamente por telefone, via WhatsApp 98844-2001, para que não ocorram aglomerações.

Os agendamentos são feitos de 9h às 12h, e os que forem chamados a atualizar o cadastro devem levar os seguintes documentos: Carteira de Identidade e CPF; comprovante de residência (água, energia); Certidão de Casamento/Divórcio; Certidão de Nascimento dos filhos menores de 18 anos; e Título de Eleitor.

Os dados cadastrais disponíveis hoje na rede municipal são interligados ao Sistema Nacional de Cadastro Habitacional (SNCH). Antes de divulgar informações pessoais em cadastramento, a população deve verificar nas redes sociais e no site da Prefeitura de Manaus se está ocorrendo alguma ação oficial.

Com informações da assessoria

Leia Mais

Leia mais Dia a Dia

Com queda de 50% no estoque, Hemoam convoca doadores com urgência

Pessoas saudáveis estão sendo convocadas para doarem sangue e garantir a realização de cirurgias eletivas. Ontem, abastecimento de sangue registrou queda de 50%.

21 de janeiro de 2022

Vacinação de idosos contra Covid-19 reduziu mortes em 63%, em Manaus

Estudo da Fiocruz/Amazônia feito em Manaus comprovou eficiência da vacinação contra Covid-19 na redução de óbitos e internações de pessoas com mais de 60 anos, em mais de 60%

21 de janeiro de 2022

Operação Cidade Mais Segura realizou mais de 400 abordagens na zona Norte

Cerca de 70 agentes das forças de segurança, entre policiais civis e militares, estiveram envolvidos na ação, além do apoio de 30 viaturas.

21 de janeiro de 2022

Elza Soares, ícone da música brasileira, morre aos 91 anos em casa

Elza começou a carreira cantando "Se Acaso Você Chegasse" em 1959, e se dedicou ao gênero nos anos 60. Ela é considerada uma das maiores cantoras do Brasil.

20 de janeiro de 2022

Após estabilizar, nível do rio Negro desce dois centímetros nas últimas 24h

Em 2021, a primeira vez que o nível do rio Negro registrou diminuição foi em 14 de junho, quando baixou um centímetro.

20 de janeiro de 2022

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Decisão foi unânime. Esquema vacinal é o mesmo recomendado para adultos: duas doses aplicadas em intervalo de 28 dias. Agência vetou dose para menores imunossuprimidos.

20 de janeiro de 2022

Técnicos da Anvisa recomendam CoronaVac na faixa de 6 a 17 anos

A aprovação ou não do imunizante para esta faixa ainda depende da votação da Diretoria Colegiada da Agência de Saúde, que ainda está em andamento.

20 de janeiro de 2022

Santa Isabel do Rio Negro vira ponto do programa Amazônia Conectada

Hospital de Santa Isabel do Rio Negro (AM) é o mais novo ponto do programa federal Amazônia Conectada e deve fazer uso de telemedicina com internet por fibra óptica fluvial.

20 de janeiro de 2022