fbpx

terça, 26 de outubro de 2021

Coca-Cola Brasil e Gastromotiva vão distribuir 50 mil refeições em Manaus

Ação faz parte das ações diretas de combate à fome que a empresa vem realizando em todo o país, para fazer chegar alimentos às populações mais vulneráveis durante a pandemia.

7 de maio de 2021

Compartilhe

Ação teve início nesta quinta-feira (6) e segue até 19 de junho (Foto: Divulgação)

A Coca-Cola Brasil e o Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB), em parceria com a ONG Gastromotiva e o Instituto PHI, promovem a distribuição de 50 mil refeições para pessoas em situação de vulnerabilidade social em Manaus e no município de Careiro da Várzea.

A ação, que teve início nesta quinta-feira (6) e segue até 19 de junho, faz parte das ações diretas de combate à fome que a empresa vem realizando em todo o país, para fazer chegar alimentos às populações mais vulneráveis ao agravamento da pandemia.    

As refeições serão todas preparadas nas casas dos Cozinheiros Solidários, profissionais formados pelo projeto educacional da Gastromotiva. O projeto das Cozinhas, criado para atender à necessidade de novos modelos de atuação durante o período da Covid-19, já existe em três estados (São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná) e chega pela primeira vez ao Amazonas.    

“Com o agravamento da pandemia, a questão da fome aumentou muito, principalmente nas áreas mais vulneráveis do país, e no Amazonas não foi diferente. Por acreditar na força e na potência das parcerias para ajudar os amazonenses a enfrentarem essa crise, nos unimos a novas organizações, como o Instituto Phi e a Gastromotiva, e estamos investindo, além da distribuição de cestas básicas, num projeto lindo de cozinhas solidárias, que fazem chegar alimentos aos ainda mais vulneráveis”, destaca Daniela Redondo, diretora Executiva do Instituto Coca-Cola Brasil.    

O projeto Cozinhas Solidárias, explica David Hertz, chef, fundador e idealizador da Gastromotiva, acontece dentro das casas dos cozinheiros. A ONG fornece insumos, apoio logístico, treinamento, equipamentos, orientação para a montagem de um cardápio nutritivo e uma renda mensal para os cozinheiros, que preparam e distribuem as refeições para o público mapeado.

Segundo David, o programa também conta com uma formação para o cozinheiro, operando um ciclo virtuoso completo: “Empodera os cozinheiros, gera impacto local, garante bolsa auxílio para o cozinheiro e alimentação para quem mais precisa”.      

A iniciativa conta com a cooperação técnica e o suporte local voluntário do Instituto Acariquara, incubado na Universidade Federal do Amazonas (UFAM), responsável pela a otimização da operação e logística, assim como o monitoramento dos dados levantados durante a execução do projeto. A entidade também fez o mapeamento e levantamento das áreas que serão beneficiadas com a distribuição das refeições.   

“Esses cozinheiros realizaram um trabalho de identificação de famílias em situação de insegurança alimentar e procederam um cadastro preliminar para a distribuição das refeições. Em paralelo, cozinhas que atendem população de ruas atuaram no engajamento de voluntários para o apoio na distribuição das refeições. Todos os envolvidos sentem-se comprometidos com a ideia de levar refeições dignas para esses territórios vulneráveis”, afirma o diretor-executivo do Instituto Acariquara, Ademar Vasconcelos. 

Para elaborar as 50 mil refeições, em Manaus e no Careiro da Várzea, foram selecionados 15 cozinheiros. O cozinheiro solidário vai receber o kit com insumos, embalagens, equipamentos de proteção individual e outros itens necessários para a produção das refeições. Todo o preparo segue as rígidas normas de higiene aprendidas no treinamento da Gastromotiva.    

Distribuição 

As refeições começaram a ser distribuídas nesta quinta-feira, 6, em Manaus e no município de Careiro da Várzea. Na capital serão contemplados 14 bairros, em seis zonas, com a distribuição de 43.333 refeições. As zonas Leste e Sul são as que vão receber o maior número de refeições com respectivamente 10 e 16 mil quentinhas. Para o Careiro da Várzea serão destinadas 6.667 quentinhas. Pessoas em situação de vulnerabilidade social que estejam localizadas nas proximidades da comunidade do cozinheiro são as que vão receber o alimento.     

Uma das cozinheiras participante do projeto é a enfermeira Marlene Cavalcante. Moradora do bairro São José 1, na zona Leste, Marlene já trabalha com o preparo de refeições há 16 anos. “Nossa história com ações sociais começou quando liberávamos 10 marmitas por dia para moradores de rua. Nossa última ação foi levar comida e água para as famílias das vítimas da Covid-19 na porta dos hospitais e maternidades durante a segunda onda. É gratificante fazer parte do Cozinha Solidárias e continuar a ajudar quem mais precisa”, comemora Marlene.    

Além de garantir alimento saudável e nutritivo para quem mais precisa, o programa garante uma ocupação remunerada e formação para os cozinheiros participantes. Os alunos recebem uma bolsa-auxílio pelo trabalho realizado pela cozinha solidária, além da formação em empreendedorismo social.  

Um dos beneficiados no primeiro dia de distribuição das refeições foi a doméstica, Sâmela dos Santos Amaral, 36. Desempregada, ela conta como tem sido difícil colocar comida na mesa e alimentar os seis filhos, entre eles um bebê de oito meses. “Meu marido também está desempregado e com a pandemia os serviços diminuíram bastante. Tem dias que só temos comida para as crianças. Essa refeição ao longo do mês vai ser uma grande ajuda”, comemora.

Leia mais:

Leia mais Dia a Dia

Jogo entre Manaus e Tombense poderá ter 50% de público na Arena da Amazônia

Entre as obrigações para o jogo do Gavião do Norte está a aquisição do ingresso e acesso ao jogo somente aos que tenham completado o esquema vacinal contra a Covid-19.

25 de outubro de 2021

Segurança no interior do Amazonas vai ganhar reforço de 404 policiais

Os novos policiais foram aprovados no concurso de 2011 e convocados pelo governador Wilson Lima em 2020. Eles participaram da formatura nesta segunda-feira (25).

25 de outubro de 2021

Lourenço Braga é ampliada para reorganização do trânsito na Manaus Moderna

Os comerciantes irregulares que ficavam no entorno das feiras e do mercado municipal, retirados no primeiro dia da operação, estão recebendo atenção especial da prefeitura.

25 de outubro de 2021

Galeria Espírito Santo recebe famílias para atualizar cadastro habitacional

Atendimento é exclusivo para as pessoas que já têm cadastro habitacional. Quem não tem, deve esperar uma nova fase, que ainda será anunciada.

25 de outubro de 2021

Você sabia que a Bemol Farma realiza exames clínicos? Confira os preços

A Bemol Farma, além do teste para detecção da Covid-19, realiza outros exames laboratoriais que custam entre R$ 29,99 e R$ 99.

25 de outubro de 2021

‘Ballet das Águas’ marca início das festividades natalinas em Manaus

Além do chafariz, está previsto para a orla da Ponta Negra a instalação do maior presépio em movimento do Brasil, além da já tradicional árvore de Natal.

25 de outubro de 2021

Covid-19: Semsa dispõe de 39 pontos de vacinação até sexta-feira

Podem receber a 1ª dose pessoas da população a partir de 12 anos. A 2ª dose está disponível para todas as pessoas que estejam nos intervalos indicados pelas farmacêuticas.

25 de outubro de 2021

Edifício solar e centro de mídias será inaugurado hoje no Amazonas

Além do Edifício Solar, serão entregues 7 estações solarimétricas em Manaus, Benjamim Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins.

25 de outubro de 2021