fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

Calma! Ainda não é hora de voltar a viajar de avião

Primeiro setor atingido pela pandemia da Covid-19, o turismo ainda vai demorar para se recuperar. Previsão do setor é atingir a normalidade somente em meados do próximo ano

7 de junho de 2020

Compartilhe

Cerca de 95% das frotas de aviões das companhias aérea permaneceu no chão.

Mesmo com a reabertura gradual do comércio e a previsão de que as companhias aéreas voltarão a operar no aeroporto Eduardo Gomes, os viajantes amazonenses devem pisar no freio antes de começar a fazer as malas. A estimativa dos profissionais do setor não é nada otimista.

Segundo Jaime Mendonça, vice-presidente de Emissivos da Associação Brasileira de Agências de Viagem do Amazonas (ABAV-AM), o fluxo de passageiros nos aeroportos somente deve se normalizar em meados de 2021. “Cerca de 90% dos aviões da frota brasileira estão no chão. Voltar a operar exige uma série de revisões e homologações de segurança”, avisa.

O comportamento das companhias aéreas confirma isso. O Grupo Latam – o mais forte do País – chegou a ter 95% dos aviões parados. A aérea já anunciou que somente em agosto começará a liberar gradualmente seus aviões. A Gol Linhas Aéreas também programou o retorno para este período. No momento, ela liberou apenas as operações na ponte aérea Rio-São Paulo.

Uma coisa é certa. Quem vive de turismo só pensa em riscar o mês de abril da memória. As agências de viagem do Amazonas sofreram forte impacto. Algumas passaram o mês inteiro sem vender um bilhete sequer. E muitas não conseguirão se recuperar. “Vejo o quadro com pessimismo. Muitos agentes de viagem optarão pelo home office definitivo mesmo após o fim da pandemia”, comentou Roberto Tavares, presidente da Abav-AM.

O setor de aviação no Amazonas somente estará recuperado quando a demanda anual voltar ao patamar de aproximadamente quatro milhões de passageiros, entre turismo, negócios e eventos. Antes da pandemia, o aeroporto Eduardo Gomes registrava a média diária de 150 pousos e decolagens. Atualmente, pouco mais de dez pousos ou decolagens são registrados no aeroporto.

A demanda de voos internacionais é ainda mais preocupante. A Latam deve retornar somente em agosto com seus voos para Miami. A American Airlines, que liga Manaus a todo o continente norte-americano, está com retorno previsto para setembro. E a Copa Airlines, principal ligação do Amazonas com o Caribe, foi mais radical: seus aviões só reaparecem por aqui a partir de janeiro do ano que vem.

Todas as companhias estão preocupadas com as medidas preventivas contra a disseminação da Covid-19. O retorno completo das aeronaves somente quando houver segurança total para tripulantes e passageiros.

Leia mais Dia a Dia

Índice de vacinação no interior do Amazonas ainda é preocupante

Em municípios como Tabatinga e Ipixuna, menos de 30% da população está completamente imunizada. Wilson Lima afirmou que tem buscado formas de aumentar essas estatísticas.

18 de janeiro de 2022

Mais de 43 mil reservas de vagas para novos alunos são feitas em 12 horas

Reservas de vagas são feitas no site de matrículas que atende de forma simultânea a rede pública municipal e estadual de Ensino.

18 de janeiro de 2022

81% dos brasileiros apoiam passaporte de vacina em lugar fechado

Pesquisa da Datafolha vê maioria da população favorável ao passaporte de vacina contra Covid-19 o que tem forte oposição do governo Jair Bolsonaro.

17 de janeiro de 2022

Número de motoristas alcoolizados dirigindo veículos em Manaus cai 20%

Dirigir sob o efeito de bebida alcoólica ou se recusar a fazer o teste do bafômetro são consideradas infrações de trânsito gravíssimas, passível de multa ou suspensão da CNH.

17 de janeiro de 2022

Matrículas para novos alunos na modalidade de ensino EJA iniciam hoje

Em 2021, a modalidade EJA atendeu mais de 28 mil alunos, em todos os segmentos e em escolas da rede estadual de Manaus e do interior do Amazonas.

17 de janeiro de 2022

79% dos brasileiros apoiam vacinação de crianças de 5 a 11 anos, diz Datafolha

Esse percentual equivale a 132,5 milhões de pessoas no país. Pesquisa mostra que a rejeição à imunização contra o coronavírus para essa faixa etária é de 17%.

17 de janeiro de 2022

Seleção para a Semsa: grande volume de acessos deixa site instável

Desde as primeiras horas desta segunda, a página de inscrições para o Chamamento Público Emergencial da Semsa registrou muitos acessos simultâneos e tem apresentado "erro".

17 de janeiro de 2022

Ufam manda comunidade acadêmica para home office, mas exclui administrativos

Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam) classificou a portaria que suspendeu atividades acadêmicas por um mês como "discriminatória".

17 de janeiro de 2022