fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Após obras, rua Henrique Martins é liberada para circulação de pedestres

O desabamento de um prédio na rua Henrique Martins ocorreu na noite de 18 de novembro e interditou trecho da via, que teve a proibição da circulação de pessoas.

22 de dezembro de 2021

Compartilhe

Local recebeu obras de contensão de erosão e reconstrução da galeria da rede de drenagem (Márcio Melo/Seminf)

A Prefeitura de Manaus liberou a trafegabilidade da  rua Henrique Martins, entre a Avenida Eduardo Ribeiro e rua Joaquim Sarmento, no Centro de Manaus, para a passagem de pedestres, após a obra de recuperação da área afetada por uma grande erosão ocasionada na rede de drenagem.

No local, havia prédios antigos construídos irregularmente em cima da galeria, a qual não suportou o peso dos imóveis e o grande fluxo de águas pluviais, e por isso, estava em eminente risco de desabamento.

O engenheiro da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Igor Mendes, fiscal da obra, afirma que o passar dos anos, a constante ocorrência de chuvas e o grande fluxo de água na galeria contribuiu para a erosão do solo, causando o surgimento de uma grande cratera no local.

Por conta do risco de desabamento do imóvel vizinho, os serviços de reconstrução da rede foram feitos manualmente, visto que as trepidações que os equipamentos mecânicos iriam causar poderiam botar em risco a vida dos trabalhadores.

“O prédio já estava interditado por risco de desabamento, por conta de sua fundação estar exposta e por isso não podíamos entrar de imediato com as máquinas. Além dos trabalhos manuais, feitos inicialmente, tínhamos pouco espaço e um problema de grande fluxo de água no canal da drenagem. Iniciamos os trabalhos no dia 20 de setembro e só após o desabamento do outro prédio, no dia 18 de novembro, pudemos entrar com o maquinário e acelerar a obra”, afirmou Mendes.

O engenheiro destaca ainda, que todo o cuidado foi tomado para que o local não volte a ter riscos de desabamento. “Fizemos escavações em toda a área da galeria, além da instalação de duas caixas de passagem para fazer o engastamento da estrutura da galeria antiga e da nova, uma a montante e outra a jusante, interligadas por aduelas de dois metros de concreto armado, todas novas, e com um cálculo para suportar um peso muito maior que o das galerias antigas. Ligamos 15 metros de aduelas, aumentando a vazão da água na galeria e também realizamos a construção de um poço de visita na caixa a jusante, pra fazer as manutenções periódicas”.

A rua Henrique Martins já está liberada para comerciantes e consumidores transitarem de forma segura, especialmente nessa época de fim de ano, quando aumenta o fluxo de pessoas no local.  A prefeitura finaliza apenas a recuperação da calçada para entregar 100% da obra antes do fim do ano.

Desabamento na rua Henrique Martins

O desabamento do prédio na rua Henrique Martins ocorreu na noite de 18 de novembro. O local estava vazio e não houve vítimas. O imóvel estava interditado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), desde o início das obras. A área foi interditada pela Defesa Civil do município, e dentro do perímetro demarcado, a Seminf fiscalizou os trabalhos de implantação das novas galerias de águas pluviais, que já foram concluídos.

A ação foi fiscalizada pelo prefeito David Almeida e pelo vice-prefeito e secretário da Seminf Marcos Rotta, que salientaram a necessidade de conscientizar a população sobre a importância de não realizar construções em locais irregulares.

A Prefeitura de Manaus irá intensificar as fiscalizações em obras realizadas pela cidade, para assim, evitar que novas irregularidades aconteçam, minimizando o surgimento de pontos de erosão no futuro.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Covid-19: Amazonas teve queda de 98% nos óbitos em relação a 2021

Analisando os primeiros 19 dias de 2022 com o mesmo período de 2021, observa-se que o número de casos de continua alto, mas os óbitos e internações reduziram drasticamente.

21 de janeiro de 2022

Com queda de 50% no estoque, Hemoam convoca doadores com urgência

Pessoas saudáveis estão sendo convocadas para doarem sangue e garantir a realização de cirurgias eletivas. Ontem, abastecimento de sangue registrou queda de 50%.

21 de janeiro de 2022

Vacinação de idosos contra Covid-19 reduziu mortes em 63%, em Manaus

Estudo da Fiocruz/Amazônia feito em Manaus comprovou eficiência da vacinação contra Covid-19 na redução de óbitos e internações de pessoas com mais de 60 anos, em mais de 60%

21 de janeiro de 2022

Operação Cidade Mais Segura realizou mais de 400 abordagens na zona Norte

Cerca de 70 agentes das forças de segurança, entre policiais civis e militares, estiveram envolvidos na ação, além do apoio de 30 viaturas.

21 de janeiro de 2022

Elza Soares, ícone da música brasileira, morre aos 91 anos em casa

Elza começou a carreira cantando "Se Acaso Você Chegasse" em 1959, e se dedicou ao gênero nos anos 60. Ela é considerada uma das maiores cantoras do Brasil.

20 de janeiro de 2022

Após estabilizar, nível do rio Negro desce dois centímetros nas últimas 24h

Em 2021, a primeira vez que o nível do rio Negro registrou diminuição foi em 14 de junho, quando baixou um centímetro.

20 de janeiro de 2022

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Decisão foi unânime. Esquema vacinal é o mesmo recomendado para adultos: duas doses aplicadas em intervalo de 28 dias. Agência vetou dose para menores imunossuprimidos.

20 de janeiro de 2022

Técnicos da Anvisa recomendam CoronaVac na faixa de 6 a 17 anos

A aprovação ou não do imunizante para esta faixa ainda depende da votação da Diretoria Colegiada da Agência de Saúde, que ainda está em andamento.

20 de janeiro de 2022