fbpx

sábado, 24 de julho de 2021

AM fecha junho com redução de 37% nas ocorrências de focos de calor

No semestre, 219 focos de calor foram notificados, com redução de 54,8%, em relação aos 484 focos registrados no mesmo período em 2020.

5 de julho de 2021

Compartilhe

Cento e sete novos brigadistas florestais foram formados (Foto: Divulgação)

O Amazonas reduziu em 37% o número de focos de calor no mês de junho de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado. Com a queda, o Estado se diferencia dos dados gerais da Amazônia Legal, que registrou mais de 2,3 mil focos de calor – o maior número para o mês desde 2007.

As informações são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e foram divulgados pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) na sexta-feira (2).

Conforme o levantamento, o Amazonas registrou, no mês de junho, 69 focos de calor, contra 110 ocorrências registradas em junho de 2020. E no primeiro semestre, foram 219 focos de calor notificados. Na mesma faixa de tempo do ano de 2020, o estado havia registrado 484 focos – uma redução de 54,8%.

Com o índice, o Amazonas contribuiu com 2,05% no total de focos registrados para a Amazônia Legal, figurando entre os três estados que menos registraram queimadas em 2021. O ranking é atualmente liderado pelos estados do Mato Grosso (5.221 focos), Tocantins (2.009) e Maranhão (1.194 focos).

Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, a redução é fruto do trabalho de prevenção que o Governo do Amazonas vem realizando na Região Metropolitana de Manaus, na calha do Rio Negro e nas Unidades de Conservação (UC) do estado. 

“O Amazonas teve uma redução significativa nos alertas relacionados às queimadas, estando inclusive na contramão no desempenho da Amazônia Legal. Nossa preocupação é com a aproximação do período seco, pois o número de queimadas tende a aumentar bastante aqui no nosso estado, especialmente no sul do Amazonas”, disse.

Ações de combate

Com o objetivo de combater as queimadas ilegais em 2021, o Governo do Amazonas, por meio da Sema, em parceria com a Defesa Civil do Amazonas e Corpo de Bombeiros, com apoio das prefeituras e secretarias municipais de meio ambiente, já realizou a formação de 107 brigadistas florestais.

Os profissionais já formados atuarão no sul do Amazonas, área que está sob maior risco de queimadas criminosas, em apoio às equipes da Operação Tamoiotatá, em andamento desde abril, para coibir crimes ambientais. 

Além disso, em junho, o Amazonas firmou parceria com Banco Alemão de Desenvolvimento KfW, para investir R$11,5 milhões no combate às queimadas ilegais. O montante será usado para formação e remuneração de brigadistas, e para contratação de um serviço de monitoramento por drone, em tempo real, do desmatamento no sul do Estado, a fim de aprimorar o monitoramento ambiental remoto, para planejamento e execução das ações de inteligência e fiscalização ambiental.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Hortaliças cultivadas no sistema prisional são doadas a instituições

Os produtos orgânicos são cultivados na horta do Centro de Detenção Provisória de Manaus 2 e foram doados a instituições de acolhimento.

23 de julho de 2021

Fiscalização do combustível de veículos da Semed em Humaitá é redobrada

A partir de agora, toda tentativa de abastecimento ilegal deve ser comunicada aos órgãos de controle, a fim de evitar fornecimento em desacordo com o solicitado.

23 de julho de 2021

Cadastro do Auxílio Estadual para trabalhadores da cultura é reaberto

O novo prazo foi determinado em decreto, que também simplifica as regras para o acesso. O valor do benefício é de R$ 600.

23 de julho de 2021

Negligenciada por Arthur, cratera na avenida Brasil será reparada

Segundo o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, o problema na via é antigo e foi negligenciado pela última administração, prejudicando uma faixa da pista.

23 de julho de 2021

Prefeitura e gestores tratam sobre a volta das aulas 100% presenciais

A meta da Prefeitura de Manaus é que os alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental voltem a ter aulas 100% presenciais ainda este ano.

23 de julho de 2021

UBS Luiz Montenegro é entregue em novo endereço no bairro Planalto

Conforme a Prefeitura de Manaus, o endereço original da UBS é no bairro Lírio do Vale, mas o imóvel onde funcionava a unidade de saúde enfrenta problemas estruturais.

23 de julho de 2021

MPF-AM recomenda que 30% da merenda escolar saia da agricultura familiar

O MPF estabelece prazo de 15 dias, contados a partir do recebimento do documento, para prestação das informações sobre as medidas recomendadas.

23 de julho de 2021

UEA ganha prêmio internacional por balsa com recursos anti-Covid

Projeto 'Arapaima Gigas', desenvolvido pelo grupo de estudantes, teria capacidade para levar 300 pessoas de Manaus a Tefé, num percurso de 20 horas.

22 de julho de 2021