fbpx

segunda, 29 de novembro de 2021

Glaucoma congênito é a principal causa de cegueira na infância

Bebês com história familiar de patologias oculares, histórico de doenças maternas como rubéola e outras síndromes genéticas precisam de uma avaliação oftalmológica rigorosa.

20 de julho de 2021

Compartilhe

O glaucoma pode levar à cegueira irreversível (Foto: Reprodução)

O diagnóstico precoce do glaucoma congênito é um desafio. Isso porque as manifestações clínicas são inespecíficas e podem ser diferentes, de acordo com a idade e o grau de malformação anatômica do sistema visual. Estima-se que o glaucoma congênito atinge um em cada 10 a 18 mil crianças no primeiro ano de vida.

Segundo a oftalmologista Maria Beatriz Guerios, especialista em glaucoma, a criança pode apresentar alterações visuais nos primeiros dias de vida ou ao longo da infância.

“Entre os sintomas mais comuns do glaucoma congênito estão a fotofobia (sensibilidade à luz), o lacrimejamento e o blefaroespasmo. Esse último se caracteriza pelo descontrole do ato de piscar”.

‘Há outras manifestações clínicas, como edema da córnea (inchaço), alargamento da estrutura, bem como alterações no nervo óptico e buftalmia, que é o aumento do volume do globo ocular”, comenta a especialista.

Teste do Reflexo Vermelho

No Brasil, foi instituído o Teste do Reflexo Vermelho, mais conhecido como ‘teste do olhinho’. Esse exame é realizado na maternidade. Entretanto, pode não ser suficiente para o diagnóstico precoce do glaucoma congênito.

“Por isso, recomenda-se que todos os bebês, ainda no primeiro ano de vida, sejam avaliados por um oftalmologista. Essa avaliação se torna ainda mais importante nos bebês e crianças com histórico familiar de doenças oculares hereditárias, incluindo o glaucoma”, reforça a oftalmologista.

Os bebês cujas mães tiveram doenças como rubéola, herpes, sífilis, zika, toxoplasmose e citomegalovírus durante a gestação também precisam ser encaminhados para uma rigorosa consulta oftalmológica. O outro grupo de atenção são as crianças com alterações genéticas.

Má formação

Estudos identificaram que o glaucoma primário congênito é proveniente de uma má formação embrionária, que afeta o desenvolvimento da malha trabecular. Essa estrutura é responsável pela drenagem do humor aquoso, líquido que preenche o globo ocular.

“É a correta drenagem do humor aquoso que mantém a pressão intraocular (PIO) sob controle. Quando há alguma alteração nesse processo, a PIO aumenta e isso causa danos no nervo óptico. E são esses danos que podem levar à cegueira irreversível”, explica Maria Beatriz.

Tratamento é cirúrgico

O glaucoma pode levar à cegueira irreversível. O tratamento é feito para evitar a progressão dos danos ao nervo óptico e assim prevenir os danos à visão. O principal objetivo do tratamento é manter a pressão intraocular controlada.  

O tratamento do glaucoma congênito é, basicamente, cirúrgico. “Quanto antes for tratado, melhor será o prognóstico. A técnica cirúrgica vai depender de vários fatores. Mas, em geral, o procedimento é realizado para normalizar a drenagem do humor aquoso e, com isso, evitar os danos no nervo óptico”, explica Maria Beatriz.

Pré-natal

Algumas causas pré-natais, ou seja, ligadas à gravidez, podem ser prevenidas. “É muito importante que as mulheres na idade fértil estejam com a vacina da rubéola em dia. Também é essencial, antes de engravidar, a realização de exames para detectar doenças como a sífilis, por exemplo”, comenta a especialista.  

Mas, com relação aos outros fatores de risco, com as síndromes genéticas e malformações intrauterinas, não há como preveni-los.

“O ideal é que todos os recém-nascidos sejam submetidos ao teste do olhinho na maternidade. Além disso, é de suma importância que os pediatras possam reconhecer os sinais e sintomas do glaucoma congênito para encaminhar a criança a um oftalmologista a tempo de evitar a perda da visão”, ressalta Maria Beatriz.

Prognóstico

A evolução do glaucoma congênito depende de vários fatores. Nos casos em que a detecção e o tratamento são precoces, há uma boa chance de a criança não evoluir para um quadro de cegueira.

“Por isso, a principal recomendação é procurar um oftalmologista ainda no primeiro ano de vida para uma consulta de rotina, principalmente quando há histórico familiar da doença e outros fatores de risco associados”, finaliza a oftalmologista.

Da Redação, com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Comportamento

Segundo dia do Enem cobra dengue e carro elétrico e ignora Covid

Temas como dengue e extinção no Pantanal apareceram no exame, que cobrou questões de matemática e ciências da natureza.

28 de novembro de 2021

Casarão Cassina sedia debates do Climate Story Lab Amazônia

O evento Climate Story Lab Amazônia foi realizado pela primeira vez na América Latina, em estrutura administrada pela Prefeitura de Manaus.

28 de novembro de 2021

Projeto cultural quer levar estudantes aos museus sem sair de casa

Atividades acontecerão entre dezembro de 2021 e maio de 2022. Estudantes de 11 a 17 anos da rede pública de ensino são convidados a conhecerem exposições virtuais em museus.

27 de novembro de 2021

Denizard Rivail promove cantata solidária no Teatro Manauara

O dinheiro arrecadado na cantata será destinado à comunidade carente Colônia Antônio Aleixo, por meio de cestas básicas entregues durante todo o ano.

27 de novembro de 2021

Decoração natalina no Largo São Sebastião será inaugurada domingo

Programação natalina conta com atividades no Centro Cultural Povos da Amazônia, inauguração da decoração no Largo, e no Palácio da Justiça.

27 de novembro de 2021

Empoderamento: palestra abordará o poder do merecimento para mulheres

Encontro comandado pela treinadora mental e financeira Ellen Lindoso trará temas como autoestima, mentalidade, dinheiro, crenças limitantes e prosperidade para elas.

26 de novembro de 2021

Banda Maskavo realiza ‘Luau Reggae Blue’ em Manaus nesta sexta-feira

Show, que acontece na Toca do Murilo Rayol, no bairro Ponta Negra, faz parte da turnê de retomada ‘Liberdade para todos que sabem amar.

26 de novembro de 2021

45º Expopin: abertura terá desfile de autoridades e vaqueiros em cavalgada

Na abertura da Expopin, também haverá a primeira prova de laço dos vaqueiros. Exposição é realizada no município de Parintins entre os dias 28 de novembro e 5 de dezembro.

26 de novembro de 2021