fbpx

quarta, 22 de setembro de 2021

‘Arte Sem Fronteiras’ confirma presença no Festival de Dança de Joinville

O Arte Sem Fronteiras levantará bandeira em prol da cultura popular amazônica. As coreografias foram montadas pelo produtor cultural e fundador da companhia, Wilson Júnior.

30 de agosto de 2021

Compartilhe

(Foto: Dheyson Lima/Arte Sem Fronteiras)

A Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras confirmou presença na 38ª edição do Festival de Dança de Joinville, em Santa Catarina, após participar de um processo seletivo. O grupo vai apresentar 11 coreografias no festival, sendo quatro em palco principal e sete em palco aberto.

As coreografias foram montadas pelo produtor cultural e fundador da companhia, Wilson Júnior, e conta com 40 pessoas, entre bailarinos, técnicos e acompanhantes. Em 2021, o evento será realizado de 5 a 16 de outubro em formato híbrido, com eventos presenciais e virtuais, devido à pandemia da Covid-19.

Segundo o coreógrafo Wilson Júnior, o processo de criação das coreografias precisou passar por algumas adaptações, mas isso não diminuiu a vontade da companhia em buscar mais uma participação no festival.

“A pandemia tem sido um grande desafio para o Arte Sem Fronteiras. Nós fizemos algumas mudanças em nosso local de ensaio para receber os bailarinos, por exemplo, uso obrigatório de máscara, álcool em gel e cada um precisou trazer seu material de higiene. Não foi fácil, mas conseguimos superar essas adversidades. Vamos representar o Amazonas em Joinville e temos certeza que voltaremos com grandes vitórias”, disse.

Além de levar coreografias de boi-bumbá e carimbó, em defesa da cultura popular, o Arte Sem Fronteiras terá participação especial do Corpo de Dança de Maués (CDM) e do grupo Porantim na apresentação de um espetáculo sobre a lenda do guaraná, uma das histórias mais famosas da Amazônia.

Ambos os grupos somam participações no Festival Folclórico de Parintins, o CDM pelo Boi Caprichoso e o Porantim pelo Boi Garantido. A coreografia foi montada Djalma Cardoso, em parceria com Jucy Cardoso, e teve supervisão geral de Wilson Júnior.

Ajuda e valorização

O Arte Sem Fronteiras vai promover o concurso Majestade Junina Solidária com o objetivo de conseguir recursos para custear a viagem dos bailarinos para Joinville. O evento vai acontecer na sede do Rio Negro Clube, localizado na avenida Epaminondas, bairro Centro, zona Sul de Manaus.

A realização do evento é fruto de uma parceria do Arte Sem Fronteiras com a União Amazonense de Quadrilhas Juninas (UNAQJ) e da União Amazonense Folclore na Veia, e tem incentivo da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (SEC) do Amazonas.

O evento será transmitido internacionalmente pelo Facebook e no canal oficial do YouTube da União Amazonense Folclore na Veia junto com o Toronto Brazilfest. Wilson Júnior também reitera que o concurso é uma forma de valorizar as aulas de rainhas e damas juninas, promovidas pela instituição.

“As aulas de rainhas e damas juninas é uma nova etapa do Arte Sem Fronteiras. A ideia é aperfeiçoar as alunas com ensinamentos de jazz e dança contemporânea para que elas possam fazer uma excelente apresentação, independente do evento que se apresentarem. E claro, vamos levar uma coreografia com essa mesma temática para o Festival de Dança de Joinville”, explica.

Para mais informações, entrar em contato pelos números (92) 98130-6571 e (92) 98491-6245.

Sobre o Arte Sem Fronteiras

A Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras como um projeto social, aos poucos ganhou reconhecimento artístico e hoje tornou-se uma referência em dança no Amazonas. O grupo trabalha estilos de dança como balé, jazz, jazz funk, contemporâneo, populares (boi-bumbá, carimbó e afro) e baby class.

Ao longo de sua trajetória, o Arte Sem Fronteiras coleciona participações em diversos eventos, entre eles: o Festival Folclórico de Parintins, Festival Folclórico do Amazonas, o Toronto International Brazilfest, no Canadá, o Festival de Dança do Amazonas e o Festival da Cultura Brasileira em Viena, na Áustria, além do Festival de Dança de Joinville.

Com a supervisão coreográfica de Wilson Júnior, o Arte Sem Fronteiras trabalhou ao lado de artistas como James Rios, Márcia Siqueira, Klinger Araújo (In memoriam), Lucilene Castro e esteve em 2018 e 2019 com o Boi Bumbá Caprichoso.

Confira a lista de coreografias para o festival

• Erveiras da Amazônia – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• Wat’Amã – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• O rito sagrado Zulu – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• A saga de Lampião e Maria Bonita – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• Lavadeiras – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• Jurema – filhas de Tupinambá (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• (Gambá) Nos cortejos de Santo Antônio – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• A cor do meu folclore é a cor do meu país – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior)
• A lenda do guaraná – (CDM e Porantim/Djalma Santos)
• São João tá diferente? Tá melhor! – (Arte Sem Fronteiras/Wilson Júnior).

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Comportamento

Evento-teste na Arena da Amazônia terá show de Tierry e artistas locais

Na lista de artistas locais estão o cantor Mikael, a revelação do cenário amazonense atual; a banda Xiado da Xinela, o DJ Evandro Jr e o cantor George Japa, entre outros.

21 de setembro de 2021

Em Manaus, festival levará cultura indígena ao palco do hip hop

O Festival Break The Floor é um projeto no Prêmio Conexões Culturais e será realizado nos dias 12, 13,15 e 15 de outubro, em Manaus.

21 de setembro de 2021

Capacitismo: expressões são discriminatórias com quem tem deficiência

O capacitismo envolve uma preconcepção sobre as capacidades de alguém com deficiência e geralmente reduz a pessoa a essa deficiência.

21 de setembro de 2021

Em Manaus, programação da 15ª Primavera dos Museus começa nesta terça

Circuito nacional e gratuito tem lançamento de exposições, visitas mediadas e virtuais a museus, apresentação de teatro, exibição de filmes, palestras e saraus.

20 de setembro de 2021

Finalista do The Voice Kids: Izabelle recebe apoio para impulsionar carreira

No próximo domingo (26), Izabelle deve contar com o apoio de toda população amazonense para conquistar votos e sagrar-se campeã do programa pelo time Gaby Amarantos.

20 de setembro de 2021

Ator Luis Gustavo, o eterno Mário Fofoca, morre aos 87 anos

Entre os personagens mais lembrados que Luis Gustavo interpretou nas novelas destacam-se o detetive Mário Fofoca, Beto Rockfeller e o costureiro Victor Valentim.

20 de setembro de 2021

Aquecimento global: Ondas de calor podem afetar 70% da população

Aquecimento global pode afetar a produção agrícola, que tende a cair 30% sem redução de emissões até 2030.

19 de setembro de 2021

Estudo aponta que em 30 anos desmatamento destruiu 20% da Amazônia

Especialistas defendem que há potencial para desenvolver negócios na Amazônia ao aliar desenvolvimento econômico com conservação da floresta em pé.

17 de setembro de 2021