fbpx

domingo, 24 de outubro de 2021

Aquecimento global: Ondas de calor podem afetar 70% da população

Aquecimento global pode afetar a produção agrícola, que tende a cair 30% sem redução de emissões até 2030.

19 de setembro de 2021

Compartilhe

A temperatura média do planeta pode subir 3,5°C nos próximos anos (Foto: Reprodução)

A capacidade de adaptação dos países às mudanças causadas pelo aquecimento global pode acabar, caso as emissões de gases de efeito estufa não sejam drasticamente reduzidas ainda nesta década. Segundo relatório da Chatham House, think tank as mudanças podem ser irreversíveis entre 2040 e 2050.

O alerta está na Avaliação de Riscos das Mudanças Climáticas, documento desenvolvido para subsidiar as tomadas de decisões dos chefes de Governo e ministros antes da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), marcada para ocorrer de 31 de outubro a 12 de novembro, em Glasgow, na Escócia.

Para o pesquisador sênior do Programa de Meio Ambiente e Sociedade da Chatham House, Daniel Quiggin, um dos autores do relatório, as metas estabelecidas por muitos países para neutralizar as emissões de carbono e a maior ambição com relação às metas nacionais de redução de gases de efeito estufa são uma esperança. Embora, segundo ele, não passem de promessas.

As metas nacionais foram determinadas a partir do Acordo de Paris, tratado negociado durante a COP21, em 2015, no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima. O acordo rege a redução de emissão de gases de efeito estufa a partir de 2020, para tentar manter o aquecimento global abaixo de 2ºC até o fim do século, num contexto de desenvolvimento sustentável.

Ondas de calor

A avaliação, lançada essa semana em Londres, aponta que a falta de medidas concretas por parte dos governos pode levar a temperaturas extremas a partir da década de 2030, causando 10 milhões de mortes ao ar livre. Ondas de calor anuais podem afetar 70% da população mundial e 700 milhões de pessoas estarão expostas a secas severas e prolongadas todos os anos.

O documento também alerta para a redução de 30% na produção agrícola até 2050 e que 400 milhões de pessoas não poderão mais trabalhar ao ar livre por causa do aquecimento global. Para 2040, há uma expectativa de perda de rendimento de pelo menos 10% nos quatro principais países produtores de milho: Estados Unidos, China, Brasil e Argentina.

Na virada do próximo século, um aumento de 1 metro no nível do mar pode aumentar a probabilidade das grandes inundações em cerca de 40 vezes para Xangai, 200 vezes para Nova York e mil vezes para Calcutá.

Segundo Quinggin, os atuais esforços globais para conter o aquecimento dão ao mundo menos de 5% de chance de manter o aquecimento abaixo de 2°C. A avaliação da Chatham House indica que o ritmo atual dos esforços de descarbonização podem segurar o aquecimento até 2100 em 2,7°C, mas a chance de a temperatura média do planeta subir 3,5°C é de 10%. O pesquisador explica que as restrições de mobilidade ocorridas por causa da pandemia da covid-19 contribuíram apenas momentaneamente para a redução das emissões.

“Nós consideramos isso, mas dado que as emissões se recuperaram muito rapidamente, e agora estão subindo novamente, o breve alívio oferecido pelos bloqueios nas emissões foi insuficiente para mudar nossa avaliação do ritmo e gravidade das mudanças climáticas”, explica.

A Avaliação de Riscos das Mudanças Climáticas é o primeiro de uma série de relatórios de pesquisa aprofundados que a Chatham House vai lançar até a COP26, analisando as consequências do aquecimento do planeta e indicando as ações que precisam ser tomadas para evitar o desastre climático. O trabalho é feito por cientistas e analistas políticos no Reino Unido e na China.

Com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Comportamento

Conheça algumas construções centenárias que abrigam a história de Manaus

O RealTime1 apresenta alguns locais que abrigam curiosidades sobre a história da cidade de Manaus nesses 352 anos, como a primeira rua da capital e as primeiras casas.

24 de outubro de 2021

Cinco lugares imperdíveis para visitar no Centro Histórico de Manaus

A capital amazonense completa 352 anos no dia 24 de outubro. E para exaltar a data o RealTime1 destaca cinco locais que você não pode deixar de visitar no Centro de Manaus.

24 de outubro de 2021

Artesão faz sucesso na internet e exporta obras para vários países

Ao RealTime1, o artesão de 47 anos falou sobre a profissão de entalhar e escupir em madeiras e revelou que hoje sustenta a família com itens exportados para vários países.

24 de outubro de 2021

Branding foi melhor usado em calçadão no RJ do que no de Manaus

Para construir uma marca é preciso levar em conta o DNA e as percepções de um lugar. Saiba o que pode ter gerado a fama sobre o calçadão em Copacabana.

24 de outubro de 2021

Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior

Profissionais com nível superior completo possuem 23% a mais de chance de estarem em trabalho remoto do que as pessoas com escolaridade de nível fundamental incompleto.

23 de outubro de 2021

Boi Manaus se rende ao Eletroboi com show exclusivo de Márcia Novo

Márcia Novo se apresenta neste sábado (23), às 20h30 no palco Boi Manaus com um show exclusivo para comemorar o aniversário de 352 anos da capital amazonense.

23 de outubro de 2021

Programação da 1ª noite do Boi Manaus 2021 vai do gospel ao boi-bumbá

Nesta sexta (22), primeira noite do Boi Manaus, acontece uma homenagem aos profissionais que atuaram na linha de frente no combate à pandemia da Covid-19.

22 de outubro de 2021

Circuito Cultural Manaus 352 anos recebeu mais de 15 mil pessoas

Houve a contratação de artistas das diversas vertentes musicais e técnicos de produção e direção artística para a realização do Circuito Cultural Manaus 352.

22 de outubro de 2021