fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

Evento desarticulado: Manaus não terá ato contra Bolsonaro no dia 12

Convocados pelo Movimento Brasil Livre (MBL) para o próximo domingo (12), os atos de centro-direita pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro não acontecerão em Manaus...

9 de setembro de 2021

Compartilhe

Convocados pelo Movimento Brasil Livre (MBL) para o próximo domingo (12), os atos de centro-direita pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não acontecerão em Manaus. A ausência da manifestação – colocando Manaus como uma das únicas capitais onde os atos não ocorrerão – denuncia a desarticulação da direita no Amazonas, também evidenciada na ocorrência de três atos separados pró-Bolsonaro no Sete de Setembro. Nacionalmente, o MBL articulou a adesão do Partido Novo e até mesmo de centrais sindicais e partidos de esquerda, que decidiram aderir aos atos.

___

DIRETAS JÁ

O deputado federal Kim Kataguiri (MDB-SP), principal liderança do MBL, já compara o movimento ao Diretas Já, que pedia a volta das eleições diretas no País em 1983 e 1984. Isso porque tem conseguido a adesão de nomes da direita, do centro e da esquerda. No ato marcado para a avenida Paulista, por exemplo, já estão confirmadas as presenças do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Simone Tebet (MDB-MS), da deputada estadual Isa Pena (Psol-SP) e do cantor Tico Santa Cruz.

___

ALBERTO NETO BAIXA O TOM

Até mesmo o deputado federal Alberto Neto (Republicanos), verdadeiro “pitbull” da linha de frente do bolsonarismo no Amazonas, já anda dizendo que é preciso trabalhar para “construir pontes entre as instituições brasileiras”. Falando em tom mais conciliador, o capitão Alberto Neto, que não tem ingerência sob nenhum dos grupos bolsonarianos porque é considerado um “outsider”, ficou de fora inclusive das três manifestações realizadas em separado no Sete de Setembro em Manaus, preferindo ir para São Paulo, numa atitute considerada oportunista apenas para posar para redes sociais.

___

SESSÃO ‘MIOJO’

Durou 34 minutos, contando com cinco minutos em que foi suspensa por problemas técnicos, a sessão desta quinta-feira (9) da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). O tradicional #quintou da Casa Parlamentar estadual continua em voga. Apenas Wilker Barreto (Podemos), Sinésio Campos (PT), Delegado Péricles (PSL), Felipe Souza (Patriota) e Dermilson Chagas (Podemos) se dispuseram a fazer pronunciamentos na tribuna da Casa.

___

GASTANDO ENERGIA COM ADVOGADOS

Mais uma vez discursando contra a Amazonas Energia e o embargo da Justiça contra a CPI na Aleam, o deputado estadual Sinésio Campos disse que a empresa está “gastando energia” com advogados em vez de ir à Assembleia prestar esclarecimentos. Sinésio denunciou ainda a falta de luz em diversos bairros da cidade nesta quarta-feira (8).

___

‘RACIONAMENTO EXTRAOFICIAL’

A bem da verdade, o que acontece na capital há muitos anos – mesmo antes da privatização da empresa – é um racionamento extraoficial não anunciado nos meses de maior calor, quando o consumo atinge picos que o sistema não suporta. Há décadas é assim. Nos meses de verão amazônico, bairros se revezam na falta de energia. Uns com maior frequência, quase sempre os periféricos, outros com menos assiduidade. Mas todos são atingidos.

___

PARLAMENTARES CONTRA A AFEBRAS

O manifesto da Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afebras), que classifica as empresas do PIM (Polo Industrial de Manaus) como “sanguessugas estatais” e “fábricas de créditos de impostos” causou revolta entre os parlamentares do Amazonas. O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL) classificou o ataque como inaceitável. “Repudio com veemência mais um ataque à Zona Franca de Manaus. Segundo ele, “o modelo foi atacado, dessa vez, por associação que não conhece o modelo ZFM”.

___

INTEMPESTIVO E DESPROPOSITADO

Para o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), o ataque da Afebras foi intempestivo e despropositado. O parlamentar também lembrou que essa não é a primeira vez que a Afebras dispara ataques contra a Zona Franca: em outubro do ano passado, a associação classificou como “extremamente prejudicial” o decreto do presidente Jair Bolsonaro que torna permanente o benefício fiscal de 8% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), para concentrados de refrigerante produzidos na Zona Franca de Manaus.

___

PSDB VIRA OPOSIÇÃO A BOLSONARO

Por unanimidade, o PSDB decidiu que agora passa a ser oposição ao presidente Jair Bolsonaro. O partido, que até agora se declarava “independente” decidiu se alinhar “àqueles que têm na democracia, na defesa às instituições e no respeito à liberdade o seu maior compromisso”. Junto ao anúncio de oposição ao governo, o partido também informou que inicia discussão sobre a prática de crimes de responsabilidade pelo presidente da República, também conhecido como razão para o impeachment.

___

POLICIAMENTO TURÍSTICO

Muito louvável a iniciativa da Prefeitura de Manaus de proporcionar à guarda municipal um curso de Policiamento Turístico. A única dúvida fica no fato dos alunos conseguirem absorver, em apenas 72 horas, introdução ao inglês, francês e espanhol; qualidade no atendimento; turismo; e policiamento em logradouros públicos. Parece pouco tempo para tanto. A prefeitura deveria começar a pensar em novos módulos sobre os mesmos temas para aprimorar a especialização dos agentes.

Leia mais a Coluna TEMPOREAL

Partido que já foi comandado por Josué e Carlos Almeida agora apoia Wilson

Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), que já foi comandado pelo agora conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) Josué Neto e teve entre seus quadros...

23 de setembro de 2021

Indefinição sobre regras eleitorais desacelera xadrez político

A indefinição sobre as regras que irão reger as eleições de 2022 arrefeceram as intensas negociações que já estavam sendo costuradas nos bastidores da política local...

22 de setembro de 2021

Opositores fingem desconhecer diferença entre réu e condenado

O fato de que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou a denúncia que torna réu o governador Wilson Lima (PSC) no caso da compra de respiradores...

21 de setembro de 2021

Relator não deve pedir afastamento nem do governador nem do vice

Fontes do RealTime1 no Superior Tribunal de Justiça (STJ), garantem que o julgamento de denúncia sobre a compra de respiradores pelo Governo do Amazonas...

20 de setembro de 2021

Desabastecimento de insumos leva a mais paralisações no PIM

Depois da Yamaha, outras fábricas do Polo Industrial de Manaus já estudam a possibilidade de interromper suas linhas de produção por causa da falta de insumos...

17 de setembro de 2021

Vereadores anunciam ofensiva contra ‘puxadinho’ de David Reis

Os vereadores Amom Mandel (sem partido) e Rodrigo Guedes (PSC) se uniram para anunciar uma verdadeira brigada contra a construção do prédio anexo número 2 da CMM...

16 de setembro de 2021

Pesquisa mostra que eleitor quer renovação na Câmara dos Deputados

A pesquisa divulgada na tarde desta terça-feira (14) pela Perspectiva Mercado e Opinião mostra que a tendência para 2022 é que o eleitor renove pelo menos metade da atual...

15 de setembro de 2021

Método de pesquisa sobre eleições pode comprometer resultado, dizem especialistas

Pesquisa sobre as eleições de 2022 no Amazonas divulgada pelo portal de notícias R7, na tarde desta segunda-feira (13), chamou a atenção de especialistas na área...

14 de setembro de 2021