fbpx

sexta, 15 de janeiro de 2021

R$ 78,1 bilhões: Manaus registra sexto maior PIB do Brasil em 2018

De acordo com os dados do IBGE, PIB de Manaus cresceu 6,4% em 2018, ficando atrás apenas ao das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba.

16 de dezembro de 2020

Compartilhe

Apesar de perder espaço, indústria ainda tem papel importante na composição do PIB, informou o IBGE (Foto: Reprodução)

Em 2018, o Produto Interno Bruto (PIB) de Manaus cresceu 6,4% na comparação com o ano anterior e fechou o ano com o valor de R$ 78.192.321.000,00.

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (16) pelo IBGE, o resultado fez a capital do Amazonas pular da oitava para a sexta posição entre as cidade com os maiores PIB do país, superando os municípios de Porto Alegre (RS) e Osasco (SP).

O PIB manauara representa uma participação de 20,18% no Produto Interno Bruto de toda a região Norte, e 1,12%, no nacional.

 Os municípios que responderam por quase ¼ da economia brasileira em 2018 foram: São Paulo (SP), com 10,2%; Rio de Janeiro (RJ), 5,2%; Brasília (DF), 3,6%; Belo Horizonte (MG), 1,3%; Curitiba (PR), 1,2%; e, com 1,1% cada, Manaus (AM), Porto Alegre (RS) e Osasco (SP).

Polo Industrial perde espaço

Ainda de acordo com os números do IBGE, pelo segundo ano consecutivo, a indústria não aparece como a atividade econômica mais importante do estado.

O setor de Serviços (incluindo o comércio) assumiu essa posição, com participação de 38,53% no valor adicionado total do PIB do Amazonas; a Indústria teve participação de 34,30%; a Administração, 20,63%, e a Agropecuária, participação de 6,54%.

“A atividade de serviços, que no PIB também inclui o comércio, foi a principal responsável pelo bom desempenho de Manaus, mas a indústria continua sendo de suma importância para a forte composição do indicador”, explicou o Chefe do IBGE no Amazonas, Ilcleson Mendes.

Municípios

Os dados também mostram que 2018 foi um ano de crescimento para 55 dos 62 dos municípios do Estado, incluindo Coari, o segundo maior PIB do Estado.

Por outro lado, alguns dos municípios de maior participação no valor do PIB Estadual, como Itacoatiara e Manacapuru sofreram quedas.

Em 2018, Presidente Figueiredo (84,6%), Coari (52,4%) e Tefé (25,1%) foram os municípios do Amazonas que tiveram as maiores altas nos seus PIBs.

No sentido inverso, Tapauá (-27,0%), Maraã (-16,5%) e Manacapuru (-6,4%) foram os municípios com maiores percentuais de perdas no PIB.

Os cinco municípios com maiores PIBs do Amazonas tiveram juntos participação de 84,5% do total do PIB do Estado, em 2018.

Em 2017, esse percentual foi de 84,9%. Fazendo uma comparação entre 2002, início da série histórica da pesquisa, e 2018, percebe-se uma descentralização pequena, mas que vem ocorrendo, em relação à participação do PIB dos cinco maiores municípios no PIB do Estado, que em 2002 era 88,1% do total.

Em 2018, somente cinco municípios do Amazonas tinham mais de 1% de participação no PIB do Estado: Manaus, que concentrava 78,11% de todo o PIB; seguida por Coari, com 2,01% de participação no PIB; Itacoatiara, com 1,88%; Manacapuru, com 1,43%; e Parintins, com 1,12% de participação no PIB estadual.

Os municípios do Estado com menores participações no PIB estadual foram Japurá, com 0,06%, Amaturá, 0,08%, e Itamarati, com 0,10%.

Amazonas

O Amazonas obteve crescimento de 7,4% no PIB, em 2018, alcançando o valor de R$ 100.109.235.000. O PIB do Amazonas foi o 16º no ranking dos PIBs do país. As Unidades da Federação que obtiveram maiores crescimentos no PIB foram o Espírito Santo (20,8%), Rio de Janeiro (13,0%) e Piauí (11,0%).

Metodologia

O IBGE esclarece que este período entre o ano de referência (2018) e a divulgação (2020) é necessário, pois a metodologia requer o fechamento de todas as contas de empresas e de serviços públicos; para que só então o IBGE e seus parceiros Estaduais possam iniciar o cálculo do indicador.

Leia mais:

Veja mais notícias

Infectologista de Manaus esclarece riscos de reinfecção da Covid-19

FVS-AM confirmou o primeiro caso de reinfecção no Amazonas na última quarta-feira (13). De acordo com médicos, muitos pacientes relaxam os após contrair o vírus.

15 de janeiro de 2021

#SOSManaus: artistas nacionais se unem para ajudar pacientes com Covid

Nas redes sociais, a situação crítica que Manaus se encontra por conta da pandemia ganhou a solidariedade de vários artistas nacionais. Eles vão doar cilindros de oxigênio.

14 de janeiro de 2021

White Martins comunica que faz operação de crise para atender o AM

No cenário atual de crise, a White Martins conseguiu recentemente ampliar até o limite máximo a capacidade de produção da planta de Manaus de 25 para 28 mil m3/dia.

14 de janeiro de 2021

Operação policial vai cumprir toque de recolher a partir desta noite

As forças de segurança pública do Amazonas estarão nas ruas pelos próximos dez dias para fazer cumprir a medida. A operação ocorrerá em todos os municípios do Estado.

14 de janeiro de 2021

Combate à Covid: UEA antecipa formatura dos alunos da saúde

Alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem e Odontologia, que têm 80% da grade concluída podem solicitar a diplomação. Contrapartida é atuar por seis meses na rede pública.

14 de janeiro de 2021

Ramais da zona rural de Iranduba serão recuperados

Os serviços de recuperação acontecem em dois ramais e devem incentivar o turismo no município e têm previsão de entrega para primeiro semestre de 2021.

14 de janeiro de 2021

Bi Garcia suspende realização do Enem em Parintins

O Prefeito de Parintins tem como objetivo impedir a proliferação do coronavírus. Ele informou que pedirá ao MEC a reaplicação nos dias 23 e 24 de fevereiro no município.

13 de janeiro de 2021

Delphina vai ganhar enfermaria de campanha com 60 leitos

A estrutura dos leitos de enfermaria será disponibilizada e montada pelo Governo Federal e a gestão dos profissionais será feita pelo Governo do Amazonas.

13 de janeiro de 2021