fbpx

terça, 15 de junho de 2021

Manaus precisa melhorar destinação do lixo, alerta ambientalista

De acordo com o ambientalista Carlos Durigan, uma das primeiras atitudes que o novo prefeito de Manaus precisa realizar, urgente, é pôr em prática o Planares na cidade.

24 de outubro de 2020

Compartilhe

O único candidato que tem ideia de implantar um Plano de Resíduos é Nicolau (Foto: Dinuka Liyanawa)

Apesar de ter 98,45% de sua população urbana coberta pelos serviços de coleta de resíduos sólidos, Manaus disponibiliza coleta seletiva para apenas 18,64% de todo o lixo produzido.

Os dados constam do Diagnóstico do Manejo de Resíduos Sólidos Urbanos, publicado pela Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, com dados de 2018.

Para resolver esse problema da destinação final para todo o lixo produzido pela população manauara, o ambientalista Carlos Durigan recomenda aos candidatos à prefeitura de Manaus a imediata execução das diretrizes propostas no Plano Nacional de Resíduos Sólidos (Planares).

O Plano Nacional tem início com o diagnóstico da situação dos resíduos sólidos no país, seguido de uma proposição de cenários, no qual são contempladas tendências nacionais, internacionais e macroeconômicas.

“É preciso trabalhar em várias frentes”

“Eu acredito que o primeiro passo é fazer o Plano de Resíduos aterrissar no município. Eu vejo que é necessário estabelecer o plano para esse tema bem embasado e trabalhar em várias frentes. Uma delas é voltada para as fontes dos resíduos, tanto doméstica quanto industrial. Manaus sofre com espaço destinado para resíduos sólidos. Pois temos um aterro sanitário que já está bastante carregado”, explicou.

Segundo Carlos, é preciso um esforço da gestão municipal para a melhor destinação de resíduos sólidos. “É preciso ofertar essa destinação. Essa ação gera, inclusive, oportunidades para pessoas, partir da reciclagem de plásticos, metais e de vidro, por exemplo. Essa última ainda está começando aqui em Manaus, mas já ocorre em outros estados”, afirmou.

Outra proposta que o ambientalista julga importante pôr em prática em Manaus é a diminuição na produção de resíduos sólidos ou a substituição por matérias recicláveis.

Candidatos são genéricos

De acordo com o plano de governo apresentado pelos candidatos à prefeito e entregues à Justiça Eleitoral, o único que propões a criação de um Plano Municipal de Resíduos Sólidos é Ricardo Nicolau (Pra Voltar a Acreditar).

Alfredo Nascimento (Trabalho bom merece continuar) propõe apenas iniciar estudos para a construção de um novo aterro sanitário.

O candidato da coligação “Juntos Podemos Mais”, Amazonino Mendes fala em expandir e tornar eficiente a coleta seletiva, em parceria com catadores de materiais recicláveis. Além do manejo adequado de resíduos com um novo aterro.

Alberto Neto propõe a desativação do atual aterro e construção de um novo, além da ampliação da coleta seletiva.

A proposta do candidato Gilberto Vasconcelos (PSTU) é genérica, ressalta” saneamento básico universal”, que teria como objetivo estender a coleta seletiva a todos os bairros, sem mais detalhes.

Chico Preto (DC) pretende incentivar a reciclagem e diminuir a produção de material descartável, para desafogar o espaço atual do aterro sanitário.

Os candidatos David Almeida (Avante Manaus), Alberto Neto (Aliança por Manaus) e Romero Reis (Novo) foram os candidatos que apresentaram mais propostas para a área, mas ainda sim não citaram implantar o Planares.

David Almeida propõe educação pelo consumo no conceito 4R (Repensar, Reduzir, Reaproveitar e Reciclar); novas tecnologias de tratamento de resíduos sólidos (com novo aterro) e educação ambiental nas escolas.

Além disso, o candidato é o único que propõe tratamento de resíduos da construção civil. Já Romero Reis, é o único que apresentar projeto para eliminar lixeiras viciadas.

Três candidatos não tem propostas para a área

Marcelo Amil (PCdoB), Zé Ricardo (Manaus Pela Vida, Pelos Pobres) e Coronel Menezes (Patriota) não têm propostas específicas para a área de resíduos sólidos.

Da Redação

Leia mais:

Leia mais sobre Cidades

Regularização fundiária vai beneficiar 60 mil famílias até 2022

A promessa é do prefeito de Manaus, David Almeida, que prevê regularizar as propriedades de familiares que residem em 14 bairros e comunidades da capital amazonense.

14 de junho de 2021

Inscrições para o exame supletivo são reabertas e encerram dia 23 de junho

Provão Eletrônico da Secretaria de Educação será aplicado de forma presencial, entre os dias 28 de junho e 30 de setembro; inscrições são gratuitas.

14 de junho de 2021

Qualificação: edital oferece 150 vagas para cursos profissionalizantes, confira

O Processo Seletivo Simplificado é uma inciativa do governo do Estado e o Senac para promover qualificação em todo o Amazonas. As inscrições são on-line.

13 de junho de 2021

Roteiros turísticos no AM podem concorrer ao Prêmio Mário Tadros

Os roteiros devem apresentar as cidade de Manaus Itacoatiara, Manacapuru, Novo Airão, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.

13 de junho de 2021

Mobbi Brasil inicia operações em Manaus neste sábado

Aplicativo de transporte conta com cinco modalidades, com intuito de atender aos objetivos dos usuários.

12 de junho de 2021

Hemoam terá programação especial em alusão ao Junho Vermelho

Durante todo o mês, a programação do Hemoam inclui caravanas de doações realizadas em parceria com as igrejas, o poder legislativo estadual, além da sociedade civil.

12 de junho de 2021

Manaus conta com esquema especial de trânsito para atender vacinação

Frota de ônibus em Manaus terá reforço de 45 veículos extras servir aos operadores nos terminais de integração T3, T4 e T5 durante imunização de pessoas a partir de 40 anos.

11 de junho de 2021

Você sabe identificar o que é verdade e o que é mentira na internet?

A jornalista Eliane Cantanhêde, colunista de O Estado de S. Paulo e comentarista da Globonews, é convidada do RealTime1+1 para debater sobre fake news, nesta terça, AO VIVO.

11 de junho de 2021