fbpx

quinta, 28 de janeiro de 2021

Keitton Pinheiro pode ser o sucessor de Adail FIlho na prefeitura de Coari

O TRE-AM cassou o registro de candidatura do prefeito eleito de Coari e determinou novas eleições no município. Kleitton pode ser o sucessor do clã Pinheiro na prefeitura.

21 de dezembro de 2020

Compartilhe

Primo de Adail Filho e ex-presidente da Câmara Municipal de Coari, Keiiton está apto a ser candidato (Foto: Divulgação)

O vereador Keitton Pinheiro (PSD) deve ser o nome indicado pela família Pinheiro para concorrer à eleição suplementar para Prefeitura de Coari em 2021.

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou o registro de candidatura do prefeito eleito Adail Filho (Progressistas) e determinou novas eleições no município no prazo de até 40 dias.

“O impedimento se estende até o segundo grau de parentesco (de chefe do poder executivo). Primo é parente de quarto grau. Tio e primo de Adail já podem. Keitton pode ser candidato. Irmã, avô, filho e neto não poderiam”, explicou o advogado e analista político, Helso Ribeiro do Carmo. 

Até a realização do pleito, a presidente da Câmara Municipal de Coari, Jeany Pinheiro (PP), tia de Adail, assumiu interinamente o comando da prefeitura. Eleita a vereadora mais votada nas eleições 2020 com 1.871 votos, ela deve ser reconduzida ao cargo de presidente da Casa em 2021-2022.

Unanimidade

Por unanimidade, a corte entendeu que o novo mandato de Adail configuraria o terceiro a ser exercido por grupo familiar, o que não é permitido pela legislação. Eleito em 2012, o ex-prefeito de Coari Adail Pinheiro, pai de Adail Filho, foi afastado do cargo em 2014 após ser condenado. Em 2016, Adail Filho elegeu-se prefeito e foi reeleito no pleito deste ano, com 22,2 mil votos.

Em novembro, Adail renunciou ao restante do atual mandato alegando a necessidade de se tratar da Covid-19. Keitton, que é primo dele, renunciou ao cargo de presidente da Câmara para não assumir a prefeitura e ficar inelegível. Jeanny assumiu a presidência da Câmara e Keitton ficou com a vice-presidência.

Em 2012, Keitton foi eleito vereador de Coari com a segunda menor votação entre os eleitos, 584 votos. Ele foi reeleito, em 2016, para o segundo mandato com 605 votos. Keitton esteve na presidência da Câmara no biênio 2017-2018 e 2019-2020.

O recurso eleitoral foi movido pela Coligação Ficha Limpa Coari, do segundo colocado no pleito Robson Tiradentes (PSC) e que deve disputar a eleição suplementar, e por Raione Cabral, contestando a decisão do juiz de Coari Fábio Alfaia, que deferiu o registro de candidatura de Adail.

Recurso

O prefeito eleito pode recorrer da decisão do TRE-AM. Se ganhar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recurso favorável ao registro de sua candidatura, poderá ser diplomado e empossado no cargo. Neste cenário, Keitton assume o cargo de vice-prefeito de Coari, para o qual foi eleito.

Na avaliação de Helso do Carmo, a decisão do TRE-AM está amparada em decisões recentes do TSE. Contudo, ele alerta que a forma de interpretar o direito não é exata e disse que um magistrado pode entender que houve a interrupção do grupo familiar após a saída de Adail Pinheiro e a ascensão ao cargo de um político, sem relação com a família, que concluiu o mandato até o final de 2016.

“No entendimento mais literal poderemos dizer que ele não sucedeu diretamente o pai. Entre as possibilidades, nada impede que o ministro entenda que ele não sucedeu o pai, assim como entendeu o juiz primário e o Ministério Público Eleitoral”, afirmou o cientista político.

Mesmo com o recesso forense do TSE, de 20 de dezembro a 31 de janeiro, o advogado disse que haverá um juiz plantonista que pode conceder uma decisão emergencial.  “Custo a crer que vai ter uma decisão monocrática porque o TSE como qualquer tribunal é um órgão coletivo e acredito que não haverá essa surpresa. Tem sempre um juiz plantonista para resolver assuntos extraordinaŕios. O direito não é uma sentença exata e tem peculiaridades que fazem com que as decisões não sejam tão cartesianas”, concluiu.

Prisão

No dia 26 de setembro de 2019, Adail e Keitton foram presos durante a operação Patrinus, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), acusados de chefiar e integrar, respectivamente, uma organização criminosa que teria desviado R$ 100 milhões em recursos públicos por meio de contratações fraudulentas.

Leia mais:

Veja mais notícias

Engenharia Naval: UEA lança simulador de embarcações realistas

Treinamento de comandantes e verificação de viabilidade de novas operações portuárias são aplicações principais do simulador, que supre demandas de empresas do ramo.

28 de janeiro de 2021

Prefeito de Autazes decreta lockdown total para conter covid-19

Autazes tem 32 pacientes internados no Centro de Referência, o qual tem capacidade apenas para 30 pacientes. Em tratamento domiciliar, são 40 casos.

27 de janeiro de 2021

Secretaria lança podcast sobre cultura em plataformas digitais

O podcast, que conta com episódios quinzenais, convida artistas da cena local para dialogarem sobre suas visões sobre a cultura. O primeiro episódio é sobre "Janeiro Branco".

27 de janeiro de 2021

TRT11 divulga calendários dos leilões públicos 100% virtuais de 2021

Os valores arrecadados nos leilões serão utilizados, assim para o pagamento de créditos trabalhistas já receberam sentença pela Justiça do Trabalho no Amazonas e Roraima.

27 de janeiro de 2021

Bens apreendidos em operações contra o tráfico vão a leilão

Em ação da Sejusc e PC, a sétima edição do certame acontece na sexta-feira (29) e terá 16 itens disponíveis para arremate, entre eles veículos e prensas hidráulicas.

26 de janeiro de 2021

Casarão da Inovação vai movimentar negócios da área tecnológica

A Prefeitura de Manaus está realizando uma série de reuniões para movimentar as atividades no Casarão da Inovação, apoiando, assim empreendedores da área da tecnologia.

26 de janeiro de 2021

Mais de 83 mil EPIs são enviados para o interior do Amazonas

Ambas as cidades contaram ainda com 1.350 testes rápidos para detecção da Covid-19, além de medicamentos e materiais hospitalares, encaminhados nesse domingo (25).

25 de janeiro de 2021

Detran-AM suspende todas as atividades presenciais até final de janeiro

Nesse período, somente a fiscalização de trânsito, a perícia de acidentes de trânsito e os serviços de liberação de veículos removidos irão funcionar.

25 de janeiro de 2021