fbpx

sexta, 25 de junho de 2021

Força-tarefa vai investigar ataques de facção criminosa no Amazonas

A SSP-AM anunciou, na última terça-feira (8), que equipe da Polícia Civil aprofundará investigações sobre os responsáveis por atos de vandalismo em Manaus e no interior.

9 de junho de 2021

Compartilhe

Secretário de Segurança do Estado, Louismar Bonates, afirmou que investigações estão avançadas (Foto: Divulgação)

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, anunciou, na noite desta terça-feira (8), que uma força-tarefa será criada pela Polícia Civil para aprofundar as investigações sobre os ataques criminosos registrados no Estado. Todas as pessoas identificadas por envolvimento no crime devem responder por organização criminosa. Até o momento, 38 pessoas foram presas.

Em todo o estado, as Polícias Militar e Civil intensificaram operações para coibir os crimes. Em Manaus, a última ocorrência dessa natureza aconteceu na manhã de segunda-feira (7), por volta das 8h. E no interior, ainda houve registros até a madrugada. Das prisões efetuadas, 19 foram efetuadas na capital, entre as quais de lideranças da facção criminosa por trás dos ataques. Três traficantes definidos como conselheiros já estão no sistema prisional.

“O sistema de segurança pública deu respostas bastante firmes para o crime organizado. Prisões foram efetuadas, o trabalho de inteligência e investigação estão continuando, já fizemos quatro grandes prisões de pessoas que coordenaram esse trabalho delituoso”, disse o secretário.

Bonates adiantou que as investigações estão em estágio avançado com diversos alvos já qualificados para serem presos. Ele destacou a criação da força-tarefa, no âmbito da Polícia Civil, e disse que a medida vai permitir melhor elucidação dos ataques e das conexões entre os crimes.

“Está sendo criada dentro da Polícia Civil uma força-tarefa para que essas pessoas que foram presas, e também as que serão presas, por participação nesses atos delituosos, sejam presas por organização criminosa”, disse.

Os presos, por participação nos atos em todo o Estado, vão responder por crimes como dano ao patrimônio público e organização criminosa, que prevê oito anos de reclusão.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Cidades

MP recomenda inclusão de escolas ribeirinhas de Manaus na Lei do Fundeb

A 59ª Promotoria de Justiça da Educação (PRODHED) explica que educação indígena difere da ribeirinha e que Semed precisa colocar essa representatividade na educação no campo.

25 de junho de 2021

Voluntários se mobilizam para ajudar famílias atingidas pela cheia

O grupo 'Parceiros Brilhantes' já conseguiu atender mil famílias de cinco municípios do Amazonas, além da capital, com alimentos e produtos de higiene pessoal.

25 de junho de 2021

FVS-AM testa em Coari nova geração de mosquiteiros no combate à malária

Estudo pioneiro no Amazonas avaliará como a utilização de dois inseticidas juntos nos mosquiteiros impactam na população do transmissor da doença.

25 de junho de 2021

Jornalista sofre agressão de servidores da prefeitura de Itacoatiara

Correspondente da Rede Amazônica, Leandro Marques, 22, foi atacado e ameaçado por assessores do prefeito Mário Abrahin durante reportagem; um servidor foi exonerado.

24 de junho de 2021

Campanha informa direitos de pessoas autistas no transporte coletivo

Objetivo é massificar a informação que a as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) não pagam tarifas de ônibus e podem emitir credencial para estacionamento.

24 de junho de 2021

Prefeitura e Procon-AM vão atuar juntos na fiscalização de serviços públicos

A iniciativa terá vigência de dois anos e não representa ônus financeiros para nenhuma das instituições conveniadas.

24 de junho de 2021

Diretora de conteúdo da Lupa diz que desinformação é ‘problema social’

Jornalista Natália Leal participou do webinário do portal RealTime1, com o tema “FACT-CHECKING – As consequências da desinformação e das fake news para a democracia”.

23 de junho de 2021

Ephigênio Salles será alargada e vai ganhar passarela para pedestres

O alargamento da via acontecerá a partir da saída do viaduto Miguel Arraes, até a entrada da avenida Via Láctea, no conjunto Morada do Sol.

23 de junho de 2021