fbpx

sexta, 25 de junho de 2021

Crime contra animais cresce 47% e chega ao maior número em três anos

Até abril, só no disque-denúncia, foram 512 ligações da população relatando casos suspeitos de violência contra animais domésticos; perdeu apenas do tráfico de drogas.

21 de maio de 2021

Compartilhe

A pena prevista é detenção de três meses a um ano, além de multa (Foto: Reprodução)

Os casos de maus-tratos a animais domésticos e silvestres aumentaram, em Manaus, entre janeiro e abril deste ano. No período, foram registrados 190 Boletins de Ocorrência denunciando a violência contra os bichos. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Em dois anos, a notificação desse tipo de crime cresceu 47% na capital e alcançou o maior número dos últimos três anos.

De acordo com o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, é caracterizado como maus-tratos praticar atos de abuso, ferir ou mutilar animais. A regra vale para os domésticos, domesticados, silvestres, nativos ou exóticos.

“Diariamente, promovemos ações policiais com o objetivo de verificar denúncias feitas referentes a maus-tratos de animais, se são procedentes ou não”, destacou o delegado Herbert Lopes, responsável pela Delegacia Especializada em Crimes Ambientais (Dema), da Polícia Civil do Amazonas. A unidade policial que investiga o crime também pede apoio de Organizações Não Governamentais para resgatar animais em sofrimento.

Até abril, só pelo serviço emergencial 181, o disque-denúncia da SSP-AM, foram 512 ligações da população relatando casos suspeitos de violência e abusos contra animais domésticos. Foi o segundo maior motivo de denúncias, atrás apenas do tráfico de drogas.

Práticas ilegais

Algumas práticas comuns no passado podem ser consideradas maus-tratos, como manter o animal amarrado em correntes por longos períodos ou presos dentro de casinhas, com a liberdade restrita. Privar o animal de água e alimentação, não vacinar e abandoná-lo também são crimes.

Expor os bichos a situações extremas de calor ou na privação de luminosidade e obrigá-los a praticar esforços desnecessários, que possam comprometer a saúde, inclusive em competições esportivas ilegais, também pode ser classificado como crime e, dessa forma, ser passível de punição.

A pena prevista é detenção de três meses a um ano, além de multa. Nos casos em que os maus-tratos resultarem na morte do animal, a pena é aumentada de um sexto a um terço. Desde o ano passado, houve aumento no tempo da pena para detenção de dois anos até cinco anos, além de multa e proibição da guarda do animal, nos casos de agressão a cachorros e gatos. As duas espécies são as mais flagradas nesse tipo de situação.

Ocorrências e denúncias

Além do registro de ocorrência diretamente na sede da Dema, a população pode fazer Boletim de Ocorrência (BO) sobre os casos pela internet, no site www.delegaciainterativa.am.gov.br.

Além do serviço 181, da SSP, a Dema também possui um contato telefônico direto para receber denúncias via mensagens no aplicativo WhatsApp. O contato é o (92) 99962-2340.

Com informações da assessoria

Leia mais:

Leia mais sobre Cidades

Voluntários se mobilizam para ajudar famílias atingidas pela cheia

O grupo 'Parceiros Brilhantes' já conseguiu atender mil famílias de cinco municípios do Amazonas, além da capital, com alimentos e produtos de higiene pessoal.

25 de junho de 2021

FVS-AM testa em Coari nova geração de mosquiteiros no combate à malária

Estudo pioneiro no Amazonas avaliará como a utilização de dois inseticidas juntos nos mosquiteiros impactam na população do transmissor da doença.

25 de junho de 2021

Jornalista sofre agressão de servidores da prefeitura de Itacoatiara

Correspondente da Rede Amazônica, Leandro Marques, 22, foi atacado e ameaçado por assessores do prefeito Mário Abrahin durante reportagem; um servidor foi exonerado.

24 de junho de 2021

Campanha informa direitos de pessoas autistas no transporte coletivo

Objetivo é massificar a informação que a as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) não pagam tarifas de ônibus e podem emitir credencial para estacionamento.

24 de junho de 2021

Prefeitura e Procon-AM vão atuar juntos na fiscalização de serviços públicos

A iniciativa terá vigência de dois anos e não representa ônus financeiros para nenhuma das instituições conveniadas.

24 de junho de 2021

Diretora de conteúdo da Lupa diz que desinformação é ‘problema social’

Jornalista Natália Leal participou do webinário do portal RealTime1, com o tema “FACT-CHECKING – As consequências da desinformação e das fake news para a democracia”.

23 de junho de 2021

Ephigênio Salles será alargada e vai ganhar passarela para pedestres

O alargamento da via acontecerá a partir da saída do viaduto Miguel Arraes, até a entrada da avenida Via Láctea, no conjunto Morada do Sol.

23 de junho de 2021

Ações de combate à hanseníase são intensificadas no interior do AM

A iniciativa visa a detecção precoce de novos casos de hanseníase para início de tratamento imediato, com a quebra da cadeia de transmissão.

23 de junho de 2021