fbpx

segunda, 25 de janeiro de 2021

Braga, Plínio, Zé Ricardo e Ramos integram o Parlamento Amazônico

Reativado após oito anos sem reuniões, grupo é formado por representantes de nove países amazônicos com o objetivo de estabelecer políticas integradas e estreitar relações.

21 de dezembro de 2020

Compartilhe

Grupo discute cooperação e desenvolvimento sustentável da Amazônia (Foto: Reprodução)

Os senadores Eduardo Braga (MDB) e Plínio Valério (PSDB) e os deputados federais José Ricardo (PT) e Marcelo Ramos (PL) serão os representantes do Amazonas no Parlamento Amazônico (Parlamaz), grupo que foi reinstalado nesta segunda-feira (21).

Com representantes do Brasil, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela, Suriname, Guiana, Equador e Guiana Francesa, o Parlamaz foi criado em 17 de abril de 1989, com o objetivo de estabelecer políticas integradas e estreitar as relações entre os países-membros na discussão sobre as questões amazônicas, promovendo a cooperação e o desenvolvimento sustentável da região Amazônica.

Entre os estados brasileiros, o Amazonas é o que conta com o maior número de representantes dentro do Parlamaz.

Reativação

Desativado desde 2012, o Parlamento Amazônico voltou a ser discutido em 2019, após uma reunião dos países-membros na Embaixada do Equador em Brasília.

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), foi eleito por aclamação para presidir o grupo.

“Nossa intenção é dar voz às populações nativas, oferecer não uma obra passageira, mas uma contribuição definitiva que se perpetuará no tempo. A reinstalação do Parlamaz significa um passo importante, e os resultados poderão impactar de modo decisivo e firme o nosso futuro”, afirmou.

Em reunião remota do colegiado nesta segunda-feira (21), Trad deu prazo até 21 de janeiro para que os membros indiquem candidatos para a vice-presidência e apontamentos para o plano de trabalho do grupo.

A data da próxima reunião do Parlamento Amazônico ainda não foi definida.

Composição

Além dos representantes amazonenses, também fazem parte do grupo:

Brasil: senadores Nelsinho Trad (PSD-MS), Paulo Rocha (PT-PA) e Telmário Mota (Pros-RR); e os deputados Léo Moraes (Podemos-RO) e Perpétua Almeida (PCdoB-AC).

Bolívia: Marta Ruiz Flores, Sara Kattya Condori, Carlos Hernán Arrien Aleiza, Alcira Rodríguez, Ana Meriles e Genaro Adolfo Mendoza.

Colômbia: Germán Alcides, Blanco Álvares, Harry Gonzalez, Henry Correal, Juan David Velez, Maritza Martinez, Harold Valencia, Carlos Cuenca e Jorge Guevara.

Equador: Fernando Flores, Carlos Cambala. 

Guiana: Manzoor Nadir.

Peru: Gilmer Trujillo Zegarra. 

Suriname: Marinus Bee.

Venezuela: María Gabriela Hernández Del Castillo, Romel Guzamana.

*Com informações da Agência Brasil

Leia mais:

Veja mais notícias

Mais de 83 mil EPIs são enviados para o interior do Amazonas

Ambas as cidades contaram ainda com 1.350 testes rápidos para detecção da Covid-19, além de medicamentos e materiais hospitalares, encaminhados nesse domingo (25).

25 de janeiro de 2021

Detran-AM suspende todas as atividades presenciais até final de janeiro

Nesse período, somente a fiscalização de trânsito, a perícia de acidentes de trânsito e os serviços de liberação de veículos removidos irão funcionar.

25 de janeiro de 2021

Veículos que chegam a Manaus passam por sanitização

Como mais uma medida para conter o avanço da Covid-19 em Manaus, a Prefeitura instalou barreiras de sanitização na AM-010, BR-174 e na ponte Rio Negro.

25 de janeiro de 2021

Parintins deve retomar aulas remotas na rede municipal

O programa “Aprendendo em casa nas ondas do rádio” foi implantado em abril, para não deixar de assistir os alunos na pandemia da Covid-19.

24 de janeiro de 2021

Central Integrada de Fiscalização vistoria sete estabelecimentos

Três bares foram flagrados funcionando, mas sem aglomeração, e os proprietários foram orientados a fechar o local.

23 de janeiro de 2021

Governo alinha critérios de vacinação dos trabalhadores da saúde

A expectativa é de que a imunização contra Covid-19 nos hospitais retorne ainda nesta sexta-feira (22) em 27 unidades, após a validação das propostas apresentadas.

22 de janeiro de 2021

Polícia prende 63 pessoas em bares clandestinos na zona Leste

A prisão aconteceu em cumprimento ao decreto governamental que proíbe a circulação e aglomeração de pessoas das 19h às 6h, devido à pandemia da Covid-19.

22 de janeiro de 2021

TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas eleições".

22 de janeiro de 2021