fbpx

terça, 15 de junho de 2021

Reforma administrativa será enviada ao Congresso na quinta-feira

O anúncio da reforma administrativa foi feito em conjunto com a confirmação da prorrogação do auxílio emergencial em mais quatro parcelas de R$ 300, até dezembro.

1 de setembro de 2020

Compartilhe

Foto: Divulgação

Após reunião com líderes partidários, o presidente Jair Bolsonaro informou, na manhã desta terça-feira (1º), que deverá encaminhar ao Congresso Nacional, na quinta-feira (3), uma proposta de reforma administrativa para reestruturar as carreiras do funcionalismo público.

Líderes do governo apontaram como importante a retomada da agenda de reformas enquanto que outros senadores esperam que a proposta do governo não retire direitos adquiridos.

Bolsonaro não detalhou a proposta, mas disse que as novas regras se aplicarão apenas aos futuros servidores. O projeto para estabelecer novas regras para contratação, promoção e desligamento de servidores começará a tramitar pela Câmara dos Deputados e, se aprovado, seguirá para análise do Senado.

O anúncio da reforma administrativa foi feito em conjunto com a confirmação da prorrogação do auxílio emergencial em mais quatro parcelas de R$ 300, até dezembro.

Presente à reunião no Palácio da Alvorada, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmou que brasileiros, governo e Congresso voltam aos poucos à vida normal.

“Em um momento em que a população brasileira, principalmente aquele mais simples que foi atendido e está sendo atendido pelo auxilio emergencial, pega a sua ferramenta de trabalho e vai voltando aos poucos a sua vida normal, trabalhando, o Congresso Nacional também dá exemplo e começa nesse momento junto ao governo a retomar as reformas que o Brasil necessita”, disse.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), defendeu a agenda de reformas do governo de Jair Bolsonaro.

“Existe uma sintonia muito boa entre o Poder Executivo e o Legislativo para que a gente possa fazer retomar essa agenda de reformas que se iniciou no ano passado com a reforma da Previdência”, apontou.

A reforma administrativa é necessária, na avaliação da presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS). Mas a senadora aponta que não aceita uma proposta que retire direitos.

“[A reforma administrativa é] necessária, mas depende de como vier. Expor servidor público como vilão e que corte direitos é salvação da lavoura, além de falso e equivocado é insuficiente”avaliou a senadora.

Jorginho Mello (PL-SC) escreveu em sua conta no Twitter que apoia mudanças nas regras para servidores públicos.

“Governo sinaliza que enviará a reforma administrativa ao Congresso na quinta-feira. Como disse o presidente [Bolsonaro], mais um passo na direção da tão necessária agenda de reformas”, escreveu.

Fonte: Agência Senado

Leia Mais:

Leia mais sobre Brasil

Ministério autoriza envio da Força Nacional para reserva Yanomami

Agentes da tropa federal ficaram na capital de Roraima, Boa Vista, por pelo menos 90 dias. Por segurança, o número de agentes deslocado não foi informado.

14 de junho de 2021

MPF busca na Justiça escolta à indígenas após ataque na divisa entre Pará e Amazonas

O ônibus com 72 lideranças indígenas do povo Munduruku foi alvo de tiros de garimpeiros ilegais, enquanto saiam do município de Jacareacanga em busca de ajuda em Brasília.

13 de junho de 2021

Fraudes no Auxílio Emergencial desviaram R$ 54,7 bi para quem não precisava

A falta de um banco de dados com as informações dos brasileiros permitiu fraudes na concessão do benefício. Ao menos 3,7 milhões foram cancelados, diz TCU.

13 de junho de 2021

Risco de racionamento de energia elétrica acende alerta e Ministério pede estudos

O governo federal prepara uma medida provisória para programar uma possível adoção de um programa de racionamento de energia no país devido a falta de chuvas no Sudeste.

13 de junho de 2021

Governo determina redução de vazão de água em usinas no rio Paraná

Usinas hidrelétricas devem começar estudos para efetivar a diminuição a partir de 1º de julho. A medida busca evitar possíveis apagões por causa da seca.

12 de junho de 2021

Robô chinês registra novas imagens de Marte e tira selfie

A previsão é que o robô explore Marte por 90 dias para buscar evidências de vida no planeta. A expedição faz parte de um projeto chinês ambicioso.

12 de junho de 2021

Ecad tem mais de 132 mil músicas cadastradas com amor no título

Registros foram feitos nos últimos 25 anos. Os títulos que mais aparecem são: Amor, Amor Proibido e Nosso Amor.

12 de junho de 2021

Brasil vai integrar pela 11ª vez o Conselho de Segurança da ONU

Ministério das Relações Exteriores afirmou, em nota, que o país “buscará traduzir em contribuições tangíveis a defesa da paz e da solução pacífica das controvérsias".

11 de junho de 2021