fbpx

quinta, 09 de dezembro de 2021

Prouni: comprovação para primeira chamada termina nesta quarta-feira

A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará automaticamente na reprovação do candidato, segundo o Ministério da Educação.

26 de julho de 2021

Compartilhe

Foram ofertadas 134.329 bolsas em instituições privadas em todo o país (Foto: Agência Brasil)

Até a próxima quarta-feira (28), os candidatos selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) deverão comprovar as informações prestadas na ficha de inscrição junto à instituição em que foi pré-selecionado

Segundo o Ministério da Educação, é de responsabilidade do candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a conferência das informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, na reprovação do candidato.

Segunda chamada

O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 3 de agosto, com período para comprovar as informações de 3 a 11 de agosto.

Lista de espera

Candidatos não selecionados na primeira e segunda chamadas poderão manifestar interesse pela lista de espera, nos dias 17 e 18 de agosto.

Bolsas

De acordo com o MEC, nesta edição foram ofertadas 134.329 bolsas. São 69.482 bolsas integrais e 64.847 parciais, em 10.821 cursos ministrados em 952 instituições de ensino superior da rede privada.

Critérios

Para concorrer a bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos, por pessoa.

Cronograma Prouni 2021/2

Comprovação das informações da primeira chamada: 20 a 28 de julho

Resultado da segunda chamada: 3 de agosto

Comprovação das informações: 3 a 11 de agosto

Inscrições na lista de espera: 17 e 18 de agosto

Divulgação da lista de espera para as instituições de ensino: 20 de agosto

Comprovação das informações da lista de espera: 23 a 27 de agosto

Fonte: Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Brasil

Brasil vai na contramão do mundo e rejeita o passaporte vacinal

Presidente Bolsonaro e ministro da Saúde, Marcelo Queiroga anunciaram a rejeição de adotar o passaporte vacinal para viajantes estrangeiros que queiram visitar o Brasil.

8 de dezembro de 2021

Vacina da Pfizer é eficaz contra Ômicron após aplicação de três doses

As farmacêuticas BioNTech e Pfizer fizeram, nesta quarta-feira, um comunicado dando detalhes do estudo que mostrou a eficácia da vacina contra nova variante do coronavírus.

8 de dezembro de 2021

Covid-19: viajantes não vacinados ficarão 5 dias em quarentena

Bolsonaro, que diz não ter se imunizado, é crítico à exigência de comprovação de vacinação. Hoje, o presidente se exaltou e mentiu sobre as recomendações feitas pela Anvisa.

8 de dezembro de 2021

Governador do RJ sinaliza que haverá Réveillon em Copacabana

A ideia é manter a queima de fogos na orla de Copacabana e em outros pontos do Rio. Em vez de shows ao vivo, a festa contaria com caixas de som espalhadas por alguns pontos.

7 de dezembro de 2021

Prouni passa a aceitar estudantes de escola privada sem bolsa integral

Os porcentuais de vagas destinadas aos cidadãos autodeclarados indígenas, pardos ou pretos, e a pessoas com deficiência seguem equivalentes ao último Censo Demográfico.

7 de dezembro de 2021

Réveillon no Rio de Janeiro é suspenso e Carnaval 2022 é incerto

"Tomara que não precise cancelar o carnaval", disse o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, após anunciar neste sábado (4) a suspensão da festa de réveillon.

4 de dezembro de 2021

Após 40 anos do primeiro caso, epidemia de HIV/aids ainda mata brasileiros

Representantes de grupos de pessoas com HIV reclamam de discriminação e de falta de vontade política para enfrentar a doença. Em 2020, foram registrados 32.701 casos no país.

4 de dezembro de 2021

Homens seguem em cargos-chave na OAB apesar de nova regra

Quase 70% dos secretários-gerais do próximo triênio serão homens, enquanto 74% das secretarias gerais adjuntas serão ocupadas por mulheres.

4 de dezembro de 2021