fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Projeto suspende corte de serviços básicos e planos de saúde no país

Projeto suspende, durante a pandemia de Covid-19, o corte no fornecimento de serviços básicos, assim como o cancelamento de planos de saúde.

9 de abril de 2021

Compartilhe

Serviços básicos podem ter corte suspenso durante pandemia (Foto: Divulgação)

O projeto de lei nº 960/20 suspende temporariamente, durante a pandemia de Covid-19, o corte de fornecimento de serviços básicos (como água e energia elétrica) ou o cancelamento de contratos de planos de saúde por falta de pagamento. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Pela proposta, os serviços básicos não poderão ser cortados por três meses, prazo que pode ser estendido em caso de agravamento da pandemia. Durante o período, as empresas não poderão inscrever o nome dos consumidores inadimplentes em cadastros do tipo SPC. Os pagamentos serão retomados após do encerramento da pandemia, de forma parcelada.

Em relação aos planos de saúde, as operadoras serão impedidas de cancelar os contratos por inadimplência pelo prazo de três meses, informa a Agência Câmara.

O projeto é do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS). Ele disse que o texto visa mitigar os efeitos econômicos da pandemia de Covid-19 sobre a população, assegurando serviços básicos. “A importância de se assegurar um mínimo de dignidade humana a todos os brasileiros se mostra essencial para que possamos superar esta crise sem que corramos o risco de enfrentar o caos social”, disse.

Cobrança de serviços bancários


O projeto do deputado também suspende a cobrança de parcelas de contratos bancários, como consórcios, financiamentos habitacionais e consignados. Os valores serão pagos ao final do contrato em número de meses igual ao de parcelas suspensas.

O texto autoriza ainda os bancos públicos a abrir linhas de créditos especiais às concessionárias de serviços públicos e às empresas de planos ou seguro saúde, para assegurar a cobertura dos valores que terão seus pagamentos postergados.

Leia mais:

Leia mais sobre Brasil

Pesquisador do Inpa é o mais influente do Brasil em mudanças climáticas

Philip Fearnside está em 153º lugar em lista dos mil cientistas mais influentes do mundo na área de mudanças climáticas e é o primeiro dos cinco listados no Brasil.

6 de maio de 2021

Justiça manda PF arquivar investigação contra Sonia Guajajara

Em um inquérito aberto a pedido da Fundação Nacional do Índio (Funai), a indígena era acusada de difamação contra o Governo Federal em uma websérie.

6 de maio de 2021

Senado aprova penas mais duras contra crimes cibernéticos

O texto, de origem no Senado, sofreu alterações na Câmara e voltou ao Senado, onde essas alterações foram confirmadas. Agora, segue para sanção presidencial.

6 de maio de 2021

Senado aprova prorrogação da suspensão de pagamento do Fies

A proposta prorroga o período de suspensão de pagamento das obrigações relativas ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até o final de 2021. Projeto segue para Câmara.

5 de maio de 2021

Painel do MEC mostra panorama do ensino no país diante da pandemia

O painel lista as ações de enfrentamento da pandemia e o envolvimento das instituições federais de ensino. Foram identificadas 1.680 ações que teriam beneficiado 24,9 milhões

5 de maio de 2021

Ministério libera verba para estados investirem em segurança pública

A verba é do Fundo Nacional de Segurança Pública e poderá ser aplicada na compra de equipamentos, viaturas, tecnologia e capacitação dos profissionais.

5 de maio de 2021

Morre Paulo Gustavo, aos 42 anos, por complicações da Covid-19

O artista estava internado no hospital Copa Star, em Copacabana. Ele deixa o marido e 2 filhos, ambos com apenas 1 ano de idade. O ator estava internado desde 13 de março.

4 de maio de 2021

Após melhora no quadro, Bruno Covas é extubado e deixa UTI

Os médicos que o atendem disseram que Covas está bem, fazendo piadas e querendo assistir ao jogo do time pelo qual torce, o Santos, contra o The Strongest, nesta terça.

4 de maio de 2021