fbpx

quinta, 18 de agosto de 2022

Prefeitura do Rio prorroga por uma semana medidas restritivas

As medidas restritivas decretadas no Rio de Janeiro no último dia 26 de março estão prorrogadas por uma semana e somente escolas retornam no dia 5.

2 de abril de 2021

Compartilhe

No Rio de Janeiro, as escolas municipais retornam na segunda-feira (Foto: Divulgação/ABr)

A prefeitura do Rio de Janeiro prorrogou até a próxima sexta-feira (9) as medidas restritivas mais duras, adotadas desde a última sexta-feira (26), com o objetivo de reduzir o risco de contágio da população pela Covid-19.

Apenas as escolas da rede municipal de ensino voltarão a funcionar a partir de segunda-feira (5), para atividades administrativas e, no dia 6, para ensino presencial de alunos da pré-escola e dos primeiro e segundo anos do ensino fundamental, considerados essenciais para o desenvolvimento das crianças pelo secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha. “A alfabetização é o momento mais desafiador para ser feito de forma remota”, afirmou. Segundo indicou, essas séries dependem mais do ensino presencial e as escolas seguirão protocolos sanitários rigorosos.

A partir do dia 5, também voltarão a funcionar os órgãos não essenciais da administração pública e, no dia 9, o município retorna às regras que estavam em vigor antes da adoção das medidas mais duras, com a volta de atividades de comércio e serviços.

O prefeito carioca, Eduardo Paes, explicou que o afrouxamento das medidas, previsto para vigorar a partir do dia 9, foi decidido diante da diminuição “e certo equilíbrio” na curva de identificação de pessoas com indícios de contaminação na rede de saúde.

Medidas de restrições

Paes explicou que a imposição de restrições foi feita com base em dados da média móvel de mortes e de internações. Mas como os óbitos refletem pessoas que se contagiaram 20 dias antes, em média, a prefeitura passou a observar o número de atendimentos na rede de saúde e emergência.

Eduardo Pae afirmou que, do ponto de vista de saúde epidemiológica, a boa notícia é que, “pela primeira vez em algumas semanas, a gente começou a ver esse número se estabilizar. Estamos otimistas e esperançosos que, ao longo dos próximos dias, esse número continue a se estabilizar e, até, a cair”.

Leia mais:

Leia mais sobre Brasil

Reforço vacinal tem intervalo reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose

Redução no intervalo para a dose de reforço quer ampliar a proteção contra a variante Ômicron. No caso dos imunossuprimidos, o intervalo conta a partir da 3ª dose.

20 de dezembro de 2021

Covid-19: Rio de Janeiro confirma primeiro caso da variante Ômicron

Mulher, cuja identidade não foi revelada, tomou a segunda dose da vacina contra covid-19 em março e não tomou a dose de reforço. Ela chegou ao Rio vindo de Chicago.

20 de dezembro de 2021

Chuvas no Sul da Bahia causam mais duas mortes, indica governo

Segundo órgão baiano, ao menos 14 pessoas morreram e 276 ficaram feridas em função dos eventos hidrológicos. Até ontem, 63 cidades baianas já tinham decretado emergência.

19 de dezembro de 2021

Garoto sofre racismo em escola: “Saudade de quando preto era escravo”

Em mensagens compartilhadas em grupo, alunos de colégio de BH fizeram comentários de cunho racista. Família levará caso à polícia.

19 de dezembro de 2021

Câmara técnica citada por Queiroga é favorável à vacinação infantil

No sábado, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga disse que tema requer análise aprofundada de técnicos, mas especialistas já se manifestaram a favor do tema.

19 de dezembro de 2021

Ninguém acerta a Mega-Sena; próximo sorteio é da Mega da Virada

São os seguintes os números sorteados: 02 - 08 - 34 - 38 - 47 - 51. O prêmio da Mega-Sena da Virada está está estimado em R$ 350 milhões.

19 de dezembro de 2021

Miguel e Helena lideram ranking de nomes mais comuns no Brasil em 2021

Gael é o terceiro nome mais escolhido entre os meninos no Brasil com 23.973 registros no ano de 2021, mostra levantamento da Arpen Brasil.

19 de dezembro de 2021

Queiroga anuncia redução do intervalo da 3ª dose de 5 para 4 meses

Objetivo da medida anunciada por Queiroga é ampliar proteção da população com avanço da variante Ômicron. Portaria com modificação será publicada na segunda-feira.

19 de dezembro de 2021