fbpx

domingo, 24 de janeiro de 2021

O que se sabe sobre a mutação do coronavírus encontrada pelo Japão

Há informações de que a variante tem semelhanças com as novas cepas encontradas no Reino Unido e na África do Sul. Ainda não há detalhes sobre a transmissibilidade.

11 de janeiro de 2021

Compartilhe

É uma vasta família de vírus que provocam enfermidades em humanos e também em animais (Divulgação)

O governo japonês informou ao Ministério da Saúde do Brasil que foi identificada uma nova cepa do coronavírus em pacientes que estiveram no Amazonas. O grupo chegou a Tóquio no dia 2 de janeiro e está isolado. Entre os contaminados estão uma menina de 10 anos, um jovem de 19 anos, uma mulher de 30 anos e um homem de 40 anos. 

Há informações de que a variante tem semelhanças com  as novas cepas encontradas no Reino Unido e na África do Sul. Ainda não há detalhes sobre a transmissibilidade, mas é possível que exista maior potencial de propagação, como foi observado por alguns especialistas nos dois países.

Segundo o Ministério da Saúde, o Centro de Informações Estratégicas e Resposta de Vigilância em Saúde já foi informado sobre a ocorrência. A pasta solicitou mais dados às autoridades japonesas para descobrir por onde os viajantes passaram no Brasil e orientar a rede de saúde a respeito do diagnóstico de novas cepas.

Na sexta-feira (8) foi divulgado que um caso de reinfecção do novo coronavírus no Brasil ocorreu pela nova cepa identificada na África do Sul. É o primeiro episódio dessa natureza observado no mundo. A paciente tem 45 anos e havia sido contaminada pela primeira vez em maio. No mês de outubro, ela voltou a ficar doente, com sintomas mais graves.

O Brasil registrou 29.792 casos da covid-19 neste domingo (10), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Com isso, o total de infectados no país desde o início da pandemia é de 8,1 milhões. O número de mortes confirmadas em 24 horas foi de 469. Mais de 203 mil vidas já foram perdidas para o coronavírus em território nacional. 

Saiba o que é o novo coronavírus

É uma vasta família de vírus que provocam enfermidades em humanos e também em animais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que tais vírus podem ocasionar, em humanos, infecções respiratórias como resfriados, entre eles a chamada “síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS)”.

Também pode provocar afetações mais graves, como é o caso da Síndrome Respiratória Aguda Severa (SRAS). A covid-19, descoberta pela ciência mais recentemente, entre o final de 2019 e o início de 2020, é provocada pelo que se convencionou chamar de “novo coronavírus”. 

Fonte: Brasil de Fato

Leia mais:

Veja mais notícias

Carreatas por Fora Bolsonaro estão confirmadas em quase 50 cidades

Carreatas devem acontecer em todas as capitais neste sábado e dão força ao movimento pró- impeachment do presidente.

23 de janeiro de 2021

Lewandowski envia à PGR notícia-crime contra o Bolsonaro e Pazuello

A medida foi em razão aos supostos atos omissivos e comissivos na adoção de medidas para o combate à pandemia do coronavírus no Brasil.

22 de janeiro de 2021

Anvisa aprova segundo lote da vacina CoronaVac

A diferença da análise do segundo lote para o primeiro está no fato de que o envase e os processos de rotulagem e embalagem ocorrem no Instituto Butantan.

22 de janeiro de 2021

Votação para Mesa Diretora da Câmara será exclusivamente presencial

A ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal decidiu que a votação deve seguir os protocolos de segurança como distanciamento, uso de máscara e álcool e será presencial.

22 de janeiro de 2021

Estados recebem as vacinas vindas da Índia a partir de sábado

Imunizante contra covid-19 desenvolvido pela Universidade de Oxford com a AstraZeneca passará por processo de checagem de qualidade e rotulagem antes de ser distribuído.

22 de janeiro de 2021

Cientistas criam molécula que bloqueia metástase do câncer de mama

Eles conseguiram decifrar a “linguagem” que existe na molécula, entre as células cancerosas e o microambiente que as acolhe e assim bloquear a expansão de tumores.

22 de janeiro de 2021

Vacinas da Índia devem chegar nesta sexta-feira ao Brasil

Ao todo, 2 milhões de doses foram compradas pelo governo brasileiro. A previsão é que a carga chegue no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo às 17h40.

22 de janeiro de 2021

Índia libera vacina de Oxford para Brasil e envio começa amanhã

Governo brasileiro aguarda recebimento de 2 milhões de doses do contra a covid-19 adquiridas pela Fiocruz. As doses são da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford.

21 de janeiro de 2021