fbpx

quinta, 02 de dezembro de 2021

Maioria do STF quer que Censo seja realizado somente em 2022

Justificativa é de que o IBGE precisa ter mais tempo para realizar a pesquisa. Em abril, o ministro Marco Aurélio Mello havia decidido que o estudo fosse realizado este ano.

14 de maio de 2021

Compartilhe

O julgamento iniciou na última sexta-feira (7) e termina no fim desta sexta-feira (Foto: Reprodução)

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já formou maioria que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realize o Censo apenas em 2022. A justificativa é de que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) precisa ter mais tempo para realizar a pesquisa.

A decisão vem após o ministro Marco Aurélio Mello ter determinado, em abril, que o governo federal realizasse o estudo ainda em 2021. Mas nesta sexta-feira, a maioria definiu que o Censo ocorra apenas no próximo ano.

O julgamento iniciou na última sexta-feira (7) e termina no fim desta sexta-feira (14). Os ministros que votaram para que o estudo seja realizado em 2022 foram: Gilmar Mendes, Carmén Lúcia, Rosa Weber, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. O ministro, Nunes Marques, indicado por Bolsonaro também acompanhou o voto dos magistrados.

De acordo com Gilmar Mendes, o IBGE já havia informado que haveria atrasos na fase de preparação que iria refletir no início da coleta de dados nos próximos meses. Tendo em vista os impactos causados pela pandemia, bem como os atrasos na vacinação para a realização de recrutamento de pessoas e entrevistas.

Com informações do jornal O Globo

Leia Mais:

Leia mais sobre Brasil

Anvisa aprova oitavo produto medicinal à base de Cannabis para uso no Brasil

O produto trata-se de uma solução de uso oral e será fabricado na Colômbia e, depois de pronto, iniciará a distribuição e a comercialização no Brasil.

2 de dezembro de 2021

Estado de São Paulo confirma 3º caso da variante da covid-19 Ômicron

De acordo com as informações, o passageiro está em isolamento domiciliar desde o desembarque, sem sintomas e sendo acompanhado pela vigilância do município de Guarulhos.

1 de dezembro de 2021

Ômicron: variante leva São Paulo a reavaliar liberação de máscaras

O governo do estado de São Paulo reforça que o uso das máscaras continuará obrigatório em ambientes fechados e no transporte público em razão da pandemia.

1 de dezembro de 2021

Boate Kiss: caso é julgado depois de quase nove anos da tragédia

Júri, que começa hoje, será transmitido ao vivo pelo canal do TJRS no Youtube. Incêndio em Santa Maria (RS), em 2013, matou 242 pessoas, a maioria jovens.

1 de dezembro de 2021

Covid-19: dois casos da variante Ômicron são confimados no Brasil

Após sequenciamento genético de amostras, foi identificado, em análises prévias, a variante Ômicron, em um casal que chegou no Brasil em um voo vindo da África.

30 de novembro de 2021

Enfrentamento à Covid: Belém cancela as festas de Réveillon e Carnaval

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, tomou a decisão após reunir com órgãos da Saúde e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid na capital paraense.

30 de novembro de 2021

Anvisa aprova novo tratamento para HIV com duas substâncias

A aprovação do novo medicamento, segundo a Anvisa, representa um avanço no tratamento, já que reúne em uma dose diária dois antirretrovirais.

30 de novembro de 2021

Queiroga descarta antecipar 3ª dose; OMS vê risco de avanço da variante

A Ômicron motivou alerta diante do alto número de mutações, mas cientistas afirmam que ainda é preciso investigar se ela tem a capacidade de maior transmissão.

30 de novembro de 2021