fbpx

quinta, 09 de dezembro de 2021

Fora da Seleção: jogador bolsonarista é desligado após post homofóbico

Após pressão dos patrocinadores do Minas Clube, Maurício foi demitido. Além disso, o técnico da Seleção brasileira disse que "não tem espaço para profissionais homofóbicos".

27 de outubro de 2021

Compartilhe

(Foto: Toru Hanai/Getty Images)

Maurício Souza, jogador de vôlei e central da Seleção brasileira, parece que vai colher por muito tempo os frutos do seu posicionamento homofóbico em rede social no mês passado. Depois de ser afastado e fazer um acordo para se desculpar publicamente, o jogador de 33 anos foi demitido de vez do Minas Clube e viu as portas da Seleção brasileira serem fechadas pelo treinador Renan dal Zotto.

O atleta já estava afastado das suas atividades após a pressão dos patrocinadores do clube, mas usou uma rede social diferente para fazer a retratação.

O Minas entendeu que o problema estava resolvido, mas uma das empresas que patrocinam o time ficou incomodada. Ela esperava que Maurício deletasse as postagens antigas e publicasse o pedido de desculpas no seu perfil oficial, onde foi feito o post homofóbico.

Maurício Souza perguntou aonde iríamos “parar”, após a DC Comics anunciar que o novo super-homem, filho de Clark Kent, iria se descobrir bissexual nos próximos capítulos da história em quadrinhos.

Treinador e ex-jogador da seleção, Renan dal Zotto decidiu tomar uma atitude drástica e vetou Maurício Souza da equipe brasileira. Ele diz que procurou se informar antes do posicionamento e reiterou que é “radicalmente contra” qualquer tipo de discriminação, como “homofobia” e “racismo”.

“Em se tratando de seleção brasileira, não tem espaço para profissionais homofóbicos. Acima de tudo preciso ter um time e não posso ter este tipo de polêmica no grupo. Não me refiro apenas ao elenco dos atletas. É geral, para todos os profissionais”, disse Renan.

Com informações de A Tarde

Leia Mais:

Leia mais sobre Brasil

Brasil vai na contramão do mundo e rejeita o passaporte vacinal

Presidente Bolsonaro e ministro da Saúde, Marcelo Queiroga anunciaram a rejeição de adotar o passaporte vacinal para viajantes estrangeiros que queiram visitar o Brasil.

8 de dezembro de 2021

Vacina da Pfizer é eficaz contra Ômicron após aplicação de três doses

As farmacêuticas BioNTech e Pfizer fizeram, nesta quarta-feira, um comunicado dando detalhes do estudo que mostrou a eficácia da vacina contra nova variante do coronavírus.

8 de dezembro de 2021

Covid-19: viajantes não vacinados ficarão 5 dias em quarentena

Bolsonaro, que diz não ter se imunizado, é crítico à exigência de comprovação de vacinação. Hoje, o presidente se exaltou e mentiu sobre as recomendações feitas pela Anvisa.

8 de dezembro de 2021

Governador do RJ sinaliza que haverá Réveillon em Copacabana

A ideia é manter a queima de fogos na orla de Copacabana e em outros pontos do Rio. Em vez de shows ao vivo, a festa contaria com caixas de som espalhadas por alguns pontos.

7 de dezembro de 2021

Prouni passa a aceitar estudantes de escola privada sem bolsa integral

Os porcentuais de vagas destinadas aos cidadãos autodeclarados indígenas, pardos ou pretos, e a pessoas com deficiência seguem equivalentes ao último Censo Demográfico.

7 de dezembro de 2021

Réveillon no Rio de Janeiro é suspenso e Carnaval 2022 é incerto

"Tomara que não precise cancelar o carnaval", disse o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, após anunciar neste sábado (4) a suspensão da festa de réveillon.

4 de dezembro de 2021

Após 40 anos do primeiro caso, epidemia de HIV/aids ainda mata brasileiros

Representantes de grupos de pessoas com HIV reclamam de discriminação e de falta de vontade política para enfrentar a doença. Em 2020, foram registrados 32.701 casos no país.

4 de dezembro de 2021

Homens seguem em cargos-chave na OAB apesar de nova regra

Quase 70% dos secretários-gerais do próximo triênio serão homens, enquanto 74% das secretarias gerais adjuntas serão ocupadas por mulheres.

4 de dezembro de 2021