fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Covid-19: Manaus entre as últimas colocadas na lista de capitais vacinadas

Vacinação completa ainda não alcançou sequer os 60% da população em oito capitais, seis delas estão na região Norte. Números estão longe do ideal, dizem especialistas.

9 de dezembro de 2021

Compartilhe

Vacinação lenta em Manaus preocupa especialistas. (Foto: arquivo)

Manaus, que viveu a pior crise de saúde entre todas as cidades brasileiras, com falta de oxigênio em hospitais, é a 20ª colocada no ranking de vacinação das 27 capitais brasileiras. A capital do Amazonas tem 59,7% de sua população com o ciclo de vacinação completo contar a Covid-19 (duas doses ou dose única).

O levantamento foi realizado pelo jornal Folha de São Paulo a partir dos registros de vacinação nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde e das estimativas populacionais mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Embora o ritmo de aplicação tenha aumentado de forma acelerada a partir do meio do ano, a cobertura plena ainda não alcançou sequer os 60% em oito capitais, seis delas na região Norte: Manaus, Goiânia, Maceió, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Boa Vista e Macapá.

Especialistas avaliam esses números com alguma preocupação, especialmente diante das incertezas sobre a nova variante ômicron do coronavírus e a chegada do verão. “O Brasil, de forma geral, tem feito um bom papel. Saímos lá atrás, mas fomos avançando. Porém, na hora que você coloca uma lupa como essa, vê que há diferenças regionais importantes e que ainda estamos longe do ideal, que seria chegar aos 80% até o fim do ano”, resume Rosana Richtmann, coordenadora do Comitê de Imunizações da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Apenas 9 capitais brasileiras atingiram ou ultrapassaram a marca de 70% do total da população vacinada com o esquema completo contra a Covid-19. São elas as quatro da região Sudeste (Vitória, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte), as três da região Sul (Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre), além de Fortaleza e Belém, únicas representantes das regiões Nordeste e Norte, respectivamente.

Veja o ranking completo da população de capitais vacinada aqui.

Texto: Da redação com informações do uol

Leia mais:

Leia mais sobre Brasil

Reforço vacinal tem intervalo reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose

Redução no intervalo para a dose de reforço quer ampliar a proteção contra a variante Ômicron. No caso dos imunossuprimidos, o intervalo conta a partir da 3ª dose.

20 de dezembro de 2021

Covid-19: Rio de Janeiro confirma primeiro caso da variante Ômicron

Mulher, cuja identidade não foi revelada, tomou a segunda dose da vacina contra covid-19 em março e não tomou a dose de reforço. Ela chegou ao Rio vindo de Chicago.

20 de dezembro de 2021

Chuvas no Sul da Bahia causam mais duas mortes, indica governo

Segundo órgão baiano, ao menos 14 pessoas morreram e 276 ficaram feridas em função dos eventos hidrológicos. Até ontem, 63 cidades baianas já tinham decretado emergência.

19 de dezembro de 2021

Garoto sofre racismo em escola: “Saudade de quando preto era escravo”

Em mensagens compartilhadas em grupo, alunos de colégio de BH fizeram comentários de cunho racista. Família levará caso à polícia.

19 de dezembro de 2021

Câmara técnica citada por Queiroga é favorável à vacinação infantil

No sábado, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga disse que tema requer análise aprofundada de técnicos, mas especialistas já se manifestaram a favor do tema.

19 de dezembro de 2021

Ninguém acerta a Mega-Sena; próximo sorteio é da Mega da Virada

São os seguintes os números sorteados: 02 - 08 - 34 - 38 - 47 - 51. O prêmio da Mega-Sena da Virada está está estimado em R$ 350 milhões.

19 de dezembro de 2021

Miguel e Helena lideram ranking de nomes mais comuns no Brasil em 2021

Gael é o terceiro nome mais escolhido entre os meninos no Brasil com 23.973 registros no ano de 2021, mostra levantamento da Arpen Brasil.

19 de dezembro de 2021

Queiroga anuncia redução do intervalo da 3ª dose de 5 para 4 meses

Objetivo da medida anunciada por Queiroga é ampliar proteção da população com avanço da variante Ômicron. Portaria com modificação será publicada na segunda-feira.

19 de dezembro de 2021