fbpx

domingo, 28 de novembro de 2021

Covid-19: 23 estados têm taxa de ocupação de leitos abaixo de 50%

Espírito Santo, Pernambuco e Rondônia permanecem em estado de alerta, com taxa de ocupação entre 51% e 69%. Minas Gerais é o único estado que apresenta situação grave.

13 de novembro de 2021

Compartilhe

informações são consolidadas pelo Ministério da Saúde (Foto: Reprodução)

Pela primeira vez, desde o início da crise sanitária causada pelo novo coronavírus, 23 estados registraram taxa de ocupação em leitos Covid-19, clínicos e de UTI, abaixo de 50%. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira (12).

Segundo a pasta, na prática, a taxa de ocupação tem parâmetro considerado como dentro da normalidade e a redução na ocupação dos leitos de UTI indica que os hospitais de todo o Brasil, tanto da rede pública quanto da rede privada, estão registrando menos casos graves ou gravíssimos e internações por Covid-19. As informações são consolidadas pelo ministério com base nas informações disponibilizadas diariamente pelas Secretarias Estaduais de Saúde.

Os dados apontam que Espírito Santo, Pernambuco e Rondônia permanecem em estado de alerta, com taxa de ocupação entre 51% e 69%. Minas Gerais é o único estado que apresenta situação grave, registrando taxa de ocupação em seus leitos de enfermaria Covid-19, destinados aos casos moderados e graves que não necessitam de ventilação mecânica, de 80% a 94%. Em contrapartida, é o segundo estado com menor ocupação em leitos de UTI, voltado aos casos graves e gravíssimos, com apenas 16% de ocupação.

Na avaliação do Ministério da Saúde, o atual cenário epidemiológico é resultado da adesão da população à vacinação contra a Covid-19. Cerca de 349,9 milhões de doses foram distribuídas para todo país.

Até o momento, cerca de 283 milhões de doses de vacina contra Covid-19 foram aplicadas em todos os estados e no Distrito Federal, o que representa 88,5% do públcio-alvo. Já a segunda dose foi aplicada em 125,1 milhões de brasileiros.

Para acelerar a campanha de vacinação contra a Covid-19, o governo antecipou a chegada de mais de 24,4 milhões de doses de vacinas para o mês de novembro. A previsão de entrega dos laboratórios aumentou de 61,8 milhões de doses para 86,2 milhões até o fim de novembro.

A previsão é que sejam entregues 21,7 milhões de doses da Astrazeneca, 56,7 milhões da Pfizer e 7,7 milhões da Janssen, de dose única.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Brasil

Covid-19: Brasil proíbe voos vindos da África devido variante Ômicron

A Anvisa recomendou ao governo que restrinja os voos e viajantes de países do sul do continente africano, entre eles a África do Sul.

27 de novembro de 2021

Anvisa recomenda restrições de voo diante de nova variante de covid-19

A Anvisa quer restringir a entrada de viajantes de voos vindos países do continente Africano por conta do surgimento da variante B.1.1.529.

26 de novembro de 2021

Ministério da Saúde recomenda dose de reforço da vacina Janssen

Intervalo para receber a dose de reforço deste imunizante deve ser de dois a seis meses. Cerca de quatro milhões de brasileiros receberam a vacina da Janssen.

26 de novembro de 2021

Vítimas em acidente com Marília Mendonça morreram pelo impacto

Instituto Médico Legal de Belo Horizonte concluiu que as vítimas morreram por politraumatismo contuso, em decorrência do impacto sofrido com a queda da aeronave.

26 de novembro de 2021

99 dará R$ 2 milhões em prêmios na campanha Direção Premiada

Motorista pode acumular, no máximo, cinco números e concorrer a um prêmio semanal de R$ 10 mil e outro de R$ 30 mil e aos prêmios de R$ 150 mil e R$ 300 mil no sorteio final.

26 de novembro de 2021

Anvisa recomenda ao governo exigência de vacina para entrada no Brasil

A agência diz que a medida pode dificultar que o Brasil se torne um destino para não vacinados. Sem a exigência, os não imunizados podem trazer mais riscos aos brasileiros.

25 de novembro de 2021

IBGE indica que expectativa de vida no Brasil subiu para 76,8 anos

Para os nascidos em 2019, a expectativa era viver, em média, 76,6 anos. Em cinco anos, expectativa de vida subiu 1,3 ano, enquanto em dez anos houve crescimento de 3,3 anos.

25 de novembro de 2021

Anvisa aprova dose de reforço da Pfizer para pessoas de 18 anos ou mais

A Pfizer ainda firmou um termo de compromisso com a agência para apresentar dados complementares solicitados pela Anvisa.

25 de novembro de 2021