fbpx

sábado, 29 de janeiro de 2022

CNPq garante que existem backups e não há perda na Plataforma Lattes

A queda dos sistemas causou preocupação entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros, pois a Plataforma Lattes é uma das bases de dados e referência acadêmica no Brasil.

27 de julho de 2021

Compartilhe

(Foto: Reprodução)

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) informou, nesta terça-feira (27), que identificou o problema que está causando indisponibilidade dos sistemas ligados à entidade e diz que, em parceria com empresas contratadas, os procedimentos para a reparação foram iniciados. Segundo o Conselho, há cópias dos arquivos da Plataforma Lattes.

De acordo com publicação feita no Twitter, a intenção é que as plataformas voltem a funcionar “com a maior brevidade possível”.

O CNPq, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), comunicou no sábado (24) que os sistemas ligados à entidade estavam fora do ar. Entre elas, as Plataformas Lattes, que abrigam o Currículo Lattes, o Diretório de Grupos de Pesquisa, o Diretório de Instituições e Extrator Lattes e a Plataforma Integrada Carlos Chagas Carlos.

A queda dos sistemas causou preocupação principalmente entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros, uma vez que a Plataforma Lattes é uma das principais bases de dados e referência da produção acadêmica do Brasil, reunindo currículos e grupos de pesquisa, entre outros. O assunto chegou aos mais comentados do Twitter no Brasil.

Em informe publicado na rede social, o CNPq garante que existem backups (cópias de segurança) dos conteúdos e que não há perda de dados da Plataforma Lattes. “O CNPq já dispõe de novos equipamentos de TI [Tecnologia da Informação], e a migração dos dados foi iniciada antes do ocorrido.”

O CNPq acrescenta que o pagamento das bolsas de estudos implementadas não será afetado. “Todos os prazos de ações relacionadas ao fomento do CNPq, incluindo a Prestação de Contas, estão suspensos e, de ofício, serão prorrogados.”

Por conta da indisponibilidade, os comunicados oficiais do CNPq são feitos exclusivamente por meio dos canais oficiais na internet: site e redes sociais. A entidade orienta que, em caso de dúvidas, o contato deve ser feito pela Central de Atendimento pelo telefone 61 3211 4000 ou pelo e-mail cnpq@mctic.gov.br.

Com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Brasil

Reforço vacinal tem intervalo reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose

Redução no intervalo para a dose de reforço quer ampliar a proteção contra a variante Ômicron. No caso dos imunossuprimidos, o intervalo conta a partir da 3ª dose.

20 de dezembro de 2021

Covid-19: Rio de Janeiro confirma primeiro caso da variante Ômicron

Mulher, cuja identidade não foi revelada, tomou a segunda dose da vacina contra covid-19 em março e não tomou a dose de reforço. Ela chegou ao Rio vindo de Chicago.

20 de dezembro de 2021

Chuvas no Sul da Bahia causam mais duas mortes, indica governo

Segundo órgão baiano, ao menos 14 pessoas morreram e 276 ficaram feridas em função dos eventos hidrológicos. Até ontem, 63 cidades baianas já tinham decretado emergência.

19 de dezembro de 2021

Garoto sofre racismo em escola: “Saudade de quando preto era escravo”

Em mensagens compartilhadas em grupo, alunos de colégio de BH fizeram comentários de cunho racista. Família levará caso à polícia.

19 de dezembro de 2021

Câmara técnica citada por Queiroga é favorável à vacinação infantil

No sábado, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga disse que tema requer análise aprofundada de técnicos, mas especialistas já se manifestaram a favor do tema.

19 de dezembro de 2021

Ninguém acerta a Mega-Sena; próximo sorteio é da Mega da Virada

São os seguintes os números sorteados: 02 - 08 - 34 - 38 - 47 - 51. O prêmio da Mega-Sena da Virada está está estimado em R$ 350 milhões.

19 de dezembro de 2021

Miguel e Helena lideram ranking de nomes mais comuns no Brasil em 2021

Gael é o terceiro nome mais escolhido entre os meninos no Brasil com 23.973 registros no ano de 2021, mostra levantamento da Arpen Brasil.

19 de dezembro de 2021

Queiroga anuncia redução do intervalo da 3ª dose de 5 para 4 meses

Objetivo da medida anunciada por Queiroga é ampliar proteção da população com avanço da variante Ômicron. Portaria com modificação será publicada na segunda-feira.

19 de dezembro de 2021