fbpx

terça, 15 de junho de 2021

Bolsonaro nomeia presidente e diretores do BC para mandatos fixos

Essa nomeação ocorreu devido à Lei Complementar nº 179, sancionada em fevereiro de 2021, que estabelece autonomia para o BC, com mandatos para os seus dirigentes.

20 de abril de 2021

Compartilhe

BC tem mandatos de diretores fixados em lei e são nomeados (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, e sete diretores para cumprirem mandatos fixos na diretoria da instituição.

Essa nomeação ocorreu devido à Lei Complementar nº 179, sancionada em fevereiro de 2021, que estabelece autonomia para o BC, com mandatos para os dirigentes da autarquia.

De acordo com os decretos publicados na edição desta terça-feira (20) do Diário Oficial da União, Fábio Kanczuk e João Manoel Pinho de Mello cumprirão mandato até 31 de dezembro deste ano. Bruno Serra Fernandes e Paulo Sérgio Neves de Souza terão mandatos até 28 de fevereiro de 2023, Maurício Costa de Moura até 31 de dezembro de 2023 e, por fim, Campos Neto, Carolina de Assis Barros e Otávio Ribeiro Damaso ficarão até 31 de dezembro de 2024.

Todos os nomeados poderão ter seus mandatos renovados por apenas uma vez.

Conforme divulgado em 18 de março, a diretora Fernanda Nechio pediu desligamento por motivos pessoais e será exonerada após a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em maio. Até lá, ela continuará à frente da área de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos.

O BC aguarda a aprovação da substituta de Nechio pelo Senado Federal, a economista Fernanda Magalhães Rumenos Guardado. Ela deverá ser nomeada pelo presidente da República para cumprir mandato fixo até 31 de dezembro de 2023.

Leia mais:

Leia mais sobre Brasil

Ministério autoriza envio da Força Nacional para reserva Yanomami

Agentes da tropa federal ficaram na capital de Roraima, Boa Vista, por pelo menos 90 dias. Por segurança, o número de agentes deslocado não foi informado.

14 de junho de 2021

MPF busca na Justiça escolta à indígenas após ataque na divisa entre Pará e Amazonas

O ônibus com 72 lideranças indígenas do povo Munduruku foi alvo de tiros de garimpeiros ilegais, enquanto saiam do município de Jacareacanga em busca de ajuda em Brasília.

13 de junho de 2021

Fraudes no Auxílio Emergencial desviaram R$ 54,7 bi para quem não precisava

A falta de um banco de dados com as informações dos brasileiros permitiu fraudes na concessão do benefício. Ao menos 3,7 milhões foram cancelados, diz TCU.

13 de junho de 2021

Risco de racionamento de energia elétrica acende alerta e Ministério pede estudos

O governo federal prepara uma medida provisória para programar uma possível adoção de um programa de racionamento de energia no país devido a falta de chuvas no Sudeste.

13 de junho de 2021

Governo determina redução de vazão de água em usinas no rio Paraná

Usinas hidrelétricas devem começar estudos para efetivar a diminuição a partir de 1º de julho. A medida busca evitar possíveis apagões por causa da seca.

12 de junho de 2021

Robô chinês registra novas imagens de Marte e tira selfie

A previsão é que o robô explore Marte por 90 dias para buscar evidências de vida no planeta. A expedição faz parte de um projeto chinês ambicioso.

12 de junho de 2021

Ecad tem mais de 132 mil músicas cadastradas com amor no título

Registros foram feitos nos últimos 25 anos. Os títulos que mais aparecem são: Amor, Amor Proibido e Nosso Amor.

12 de junho de 2021

Brasil vai integrar pela 11ª vez o Conselho de Segurança da ONU

Ministério das Relações Exteriores afirmou, em nota, que o país “buscará traduzir em contribuições tangíveis a defesa da paz e da solução pacífica das controvérsias".

11 de junho de 2021