fbpx

quinta, 02 de dezembro de 2021

Anvisa aprova dose de reforço da Pfizer para pessoas de 18 anos ou mais

A Pfizer ainda firmou um termo de compromisso com a agência para apresentar dados complementares solicitados pela Anvisa.

25 de novembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Divulgação)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quarta-feira (24), que a Pfizer inclua a dose de reforço na bula da sua vacina contra o coronavírus. De acordo com o órgão, “as evidências científicas demonstram segurança e eficácia” na aplicação, recomendada para seis meses após a segunda dose, em pessoas de 18 anos ou mais.

A indicação da Anvisa é para que a dose de reforço seja utilizada em esquema homólogo, isto é, em quem também tomou as duas primeiras doses da Pfizer. A agência justificou a decisão com base em “dados de estudos científicos que indicam a diminuição dos anticorpos neutralizantes”, “evidências de diminuição de eficácia da vacina” e o surgimento de novas variantes, como a Delta.

A Pfizer ainda firmou um termo de compromisso com a agência para apresentar dados complementares solicitados pela Anvisa. Os principais pontos a serem esclarecidos são sobre eficácia, imunogenicidade e segurança da dose de reforço; plano de gerenciamento de risco; e efetividade e segurança de “vida real”

Os dados de segurança e eficácia da dose de reforço da Pfizer para o uso heterólogo, naqueles que foram imunizados com a vacina de outro fabricante, ainda não foram disponibilizados pela farmacêutica e nem avaliados pela Anvisa.

Ainda na semana passada, a agência cobrou do Ministério da Saúde um posicionamento oficial sobre a decisão de anunciar a imunização de reforço em toda a população adulta do Brasil. Segundo o anúncio do ministro Marcelo Queiroga, a aplicação da dose de reforço pode ser feita em todo o País desde que o esquema vacinal tenha sido completado há, no mínimo, cinco meses.

Com informações do Estadão Conteúdo

Leia Mais:

Leia mais sobre Brasil

Visitas íntimas nas penitenciárias do país têm normas estabelecidas

Administração prisional exigirá, para a concessão da visita conjugal, o prévio cadastro da pessoa autorizada no respectivo serviço social do estabelecimento penal.

2 de dezembro de 2021

Anvisa aprova oitavo produto medicinal à base de Cannabis para uso no Brasil

O produto trata-se de uma solução de uso oral e será fabricado na Colômbia e, depois de pronto, iniciará a distribuição e a comercialização no Brasil.

2 de dezembro de 2021

Estado de São Paulo confirma 3º caso da variante da covid-19 Ômicron

De acordo com as informações, o passageiro está em isolamento domiciliar desde o desembarque, sem sintomas e sendo acompanhado pela vigilância do município de Guarulhos.

1 de dezembro de 2021

Ômicron: variante leva São Paulo a reavaliar liberação de máscaras

O governo do estado de São Paulo reforça que o uso das máscaras continuará obrigatório em ambientes fechados e no transporte público em razão da pandemia.

1 de dezembro de 2021

Boate Kiss: caso é julgado depois de quase nove anos da tragédia

Júri, que começa hoje, será transmitido ao vivo pelo canal do TJRS no Youtube. Incêndio em Santa Maria (RS), em 2013, matou 242 pessoas, a maioria jovens.

1 de dezembro de 2021

Covid-19: dois casos da variante Ômicron são confimados no Brasil

Após sequenciamento genético de amostras, foi identificado, em análises prévias, a variante Ômicron, em um casal que chegou no Brasil em um voo vindo da África.

30 de novembro de 2021

Enfrentamento à Covid: Belém cancela as festas de Réveillon e Carnaval

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, tomou a decisão após reunir com órgãos da Saúde e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid na capital paraense.

30 de novembro de 2021

Anvisa aprova novo tratamento para HIV com duas substâncias

A aprovação do novo medicamento, segundo a Anvisa, representa um avanço no tratamento, já que reúne em uma dose diária dois antirretrovirais.

30 de novembro de 2021