fbpx

quarta, 26 de janeiro de 2022

Acordo entre Azul e Latam compartilha voos em 64 rotas domésticas

Prática comum na aviação, Azul e Latam fecharam acordo de codeshare (voos compartilhados) em 64 rotas domésticas atendidas pelas duas companhias aéreas.

18 de agosto de 2020

Compartilhe

Passageiros da Azul poderão viajar também na Latam (Foto: Divulgação)

Os sintomas de enfraquecimento da pandemia da Covid-19 estimularam algumas ações para alavancar novamente o turismo doméstico no Brasil. Diante disso, a Azul Linhas Aéreas e a Latam Airlines Brasil fecharam acordo de codeshare (voos compartilhados) para 64 rotas domésticas no Brasil.

Entre as rotas incluídas no projeto estão São Paulo/Rio Branco e Brasília/Manaus, com respectivas escalar e conexões. Sendo assim, o compartilhamento de voos tem por objetivo ampliar a capilaridade da malha aérea das duas companhia. Mas em rotas complementares e não sobrepostas. A ideia é oferecer aos passageiros diferentes opções de conexões.

Das 35 rotas colocadas à venda, 23 serão cumpridas pela Azul enquanto 12 terão operação pelas aeronaves da Latam. Mas, até o fim deste mês, as companhias também iniciarão as vendas de outras 29 rotas do acordo, sendo 12 operações da Azul e 17 da Latam.

Neste primeiro momento, o codeshare terá pousos e decolagens nos aeroportos de Brasília (BSB), Belo Horizonte (CNF), Recife (REC), Manaus (MAO), Rio Branco (RBR) e Campinas (VCP). Posteriormente chegando aos aeroportos de Porto Alegre (POA), Curitiba (CWB) e São Paulo – Guarulhos (GRU).

Acúmulo de pontos

Além do compartilhamento de voos, parceria comum no setor aéreo, o acordo prevê acúmulo de pontos no programa de fidelidade Tudo Azul e Latam Pass. Os 12 milhões de associados do Tudo Azul e 37 milhões de membros do Latam Pass poderão acumular pontos no programa de sua escolha.

Com o acordo, um cliente poderá viajar de Campinas a Rio Branco, no Acre, com uma conexão em Brasília, o que não seria possível sem o codeshare.

Antes da crise da covid-19, a Azul e a Latam Airlines Brasil atendiam um total de 137 destinos no Brasil, com 298 rotas e 1.632 partidas diárias. Em 2019, as duas companhias aéreas receberam reconhecimento por sua experiência de viagem e performance de pontualidade.

Leia mais sobre Brasil

Reforço vacinal tem intervalo reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose

Redução no intervalo para a dose de reforço quer ampliar a proteção contra a variante Ômicron. No caso dos imunossuprimidos, o intervalo conta a partir da 3ª dose.

20 de dezembro de 2021

Covid-19: Rio de Janeiro confirma primeiro caso da variante Ômicron

Mulher, cuja identidade não foi revelada, tomou a segunda dose da vacina contra covid-19 em março e não tomou a dose de reforço. Ela chegou ao Rio vindo de Chicago.

20 de dezembro de 2021

Chuvas no Sul da Bahia causam mais duas mortes, indica governo

Segundo órgão baiano, ao menos 14 pessoas morreram e 276 ficaram feridas em função dos eventos hidrológicos. Até ontem, 63 cidades baianas já tinham decretado emergência.

19 de dezembro de 2021

Garoto sofre racismo em escola: “Saudade de quando preto era escravo”

Em mensagens compartilhadas em grupo, alunos de colégio de BH fizeram comentários de cunho racista. Família levará caso à polícia.

19 de dezembro de 2021

Câmara técnica citada por Queiroga é favorável à vacinação infantil

No sábado, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga disse que tema requer análise aprofundada de técnicos, mas especialistas já se manifestaram a favor do tema.

19 de dezembro de 2021

Ninguém acerta a Mega-Sena; próximo sorteio é da Mega da Virada

São os seguintes os números sorteados: 02 - 08 - 34 - 38 - 47 - 51. O prêmio da Mega-Sena da Virada está está estimado em R$ 350 milhões.

19 de dezembro de 2021

Miguel e Helena lideram ranking de nomes mais comuns no Brasil em 2021

Gael é o terceiro nome mais escolhido entre os meninos no Brasil com 23.973 registros no ano de 2021, mostra levantamento da Arpen Brasil.

19 de dezembro de 2021

Queiroga anuncia redução do intervalo da 3ª dose de 5 para 4 meses

Objetivo da medida anunciada por Queiroga é ampliar proteção da população com avanço da variante Ômicron. Portaria com modificação será publicada na segunda-feira.

19 de dezembro de 2021