terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

'Bolsonaro no PL e Marcelo fora', diz membro da executiva do partido

Secretário Municipal de Limpeza Pública e membro da Executiva, Sabá Reis afirmou que presidente nacional do PL comunicou aos militantes sobre a filiação de Bolsonaro.
COMPARTILHE
Marcelo Ramos e Bolsonaro

O secretário Municipal de Limpeza Pública, Sabá Reis, revelou, nesta terça-feira (3), que a direção nacional do PL informou aos dirigentes do partido nos Estados que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) bateu o martelo e vai anunciar nos próximos dias a filiação ao partido.

“O (presidente do PL) Waldemar (Costa Neto) conversou com o (ex-presidente) Lula antes de falar com o Bolsonaro. Fechando com o Lula, o partido perderia 10 deputados federais que não querem ouvir falar dele. Com o Bolsonaro, o partido perderá dois [deputados federais]. Um deles é o Marcelo Ramos, que deve receber autorização para trocar de partido”, afirmou Sabá Reis.

De acordo com o secretário, que é da Executiva Estadual do PL, outra vantagem da filiação do presidente é que o partido ganhará, imediatamente, a adesão de mais de 30 parlamentares oriundos de outras siglas, mas que seguem a orientação do presidente.

A referência de Sabá Reis é em relação aos filhos de Bolsonaro, Flávio (senador) e Eduardo (deputado), além de Bia Kicis (PSL/DF), Carla Zambelli (PSL/SP), Calos Jordy (PSL/RJ) e Daniel Silveira (PSL/RF).

Uma das vozes mais críticas de Bolsonaro na Câmara Federal, onde atua como vice-presidente, Marcelo Ramos se limitou a dizer que não fala deste assunto enquanto for mera especulação da imprensa, mas garantiu que não vai se transformar em um bolsonarista.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

De olho nessa situação, ao menos dois partidos já estão em campo para filiar o deputado amazonenses: o PSB, de onde já foi filiado, e o PSD, do senador Omar Aziz.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

COMPARTILHE