sexta-feira, 14 de junho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Barco da UEA lança expedição de monitoramento das águas dos rios do Amazonas

A campanha terá a duração de 12 dias e seguirá até as proximidades do município de São Gabriel da Cachoeira (distante 852 quilômetros de Manaus).
COMPARTILHE
UEA

O Programa de Monitoramento de Água, Ar e Solos do Estado do Amazonas (ProQAS/AM), desenvolvido pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) com o apoio do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), iniciou, na última terça-feira (10), mais uma etapa das expedições de mapeamento da qualidade das águas dos rios da região Amazônica.

A campanha terá a duração de 12 dias e seguirá até as proximidades do município de São Gabriel da Cachoeira (distante 852 quilômetros de Manaus). Durante esse período, serão coletados materiais para análise em 60 pontos pré-definidos ao longo do trajeto.

Com 28 metros de comprimento, o barco de pesquisa do ProQAS/AM “Roberto dos Santos Vieira” é composto por quatro laboratórios, cinco camarotes, refeitório, entre outros espaços. A bordo da embarcação para esta expedição estão pesquisadores do Grupo de Pesquisa Química Aplicada à Tecnologia (GP-QAT) da UEA, da Universidade de São Paulo (USP), do instituto alemão Max Planck, além de profissionais dos Estados Unidos.

O reitor da UEA, Prof. Dr. André Zogahib, participou do lançamento da campanha e afirmou que a iniciativa é um exemplo claro da importância da cooperação para o desenvolvimento da ciência no mundo. Segundo ele, os dados servirão para dar apoio na promoção de políticas públicas, especialmente na proteção do meio ambiente, visando a melhoria da qualidade de vida à população.

“Temos pesquisadores de diferentes instituições e locais utilizando a estrutura que a UEA proporciona com o objetivo de promover um ostensivo monitoramento das águas de nossa região. Essa análise é fundamental para que possamos entender o impacto da ação humana na natureza. Como universidade, precisamos criar este tipo de reflexão, que pode ser testada e aprovada. Isso é ciência”, pontuou.
Processo de coleta
As campanhas de monitoramento promovidas pelo ProQAS seguem um cronograma de acordo com as estações do ano, levando em consideração os períodos de chuva e de seca. São levantados dados dos pontos no qual encontram-se os materiais coletados, em que são analisados 90 parâmetros de cada um. O levantamento busca estabelecer um banco de dados para que seja apontado o Índice de Qualidade de Águas (IQA) da região Norte.

Os resultados são disponibilizados para a população por meio do site do GP-QAT, responsável pela pesquisa. Desde o lançamento do barco, em março de 2022, foram realizadas três campanhas nas bacias do lago do Puraquequara e igarapésTarumã-Mirim e Tarumã-Açu, incluindo também a região de Anavilhanas, no município de Novo Airão (distante 115 quilômetros de Manaus).

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Segundo a pesquisadora Carla Estefani, gerente do barco de pesquisa, nesta expedição serão coletados aerossóis no trajeto de ida e volta com o objetivo de, também, realizar análises do ar. O processo de coleta de água será feito, exclusivamente, durante o retorno, devido ao prazo de validade das amostras.

“Temos kits prontos para coleta em cada um dos pontos e iniciaremos o trabalho de análise aqui no barco. De imediato, conseguiremos fazer 22 análises. O restante será finalizado quando atracarmos em Manaus”, disse.

A pesquisadora finaliza ressaltando a importância das coletas para o desenvolvimento da região. “Compreendo a necessidade desses dados e dos resultados que serão gerados. Acredito no trabalho que realizamos no sentido de promover um impacto positivo futuro na criação de políticas públicas, de uma forma geral, para a região Amazônica e para o mundo”, destacou.

O ProQAS/AM é coordenado pelo Prof. Dr. Sérgio Duvoisin Junior, que reafirma a necessidade de se mapear o estado ambiental da região Amazônica. “O programa nasceu com o objetivo de monitorar o nível de qualidade das águas e identificar o pH dos rios do Amazonas. Os esforços somados com pesquisadores de outros institutos permitem que possamos dar mais um passo importante para a coleta desses dados”, completou.

Parceria

O Acordo de Cooperação Técnica entre Ipaam e UEA, assinado em 2021, definiu o apoio do órgão para o ProQAS/AM, grupo de pesquisa “Química Aplicada à Tecnologia” da Escola Superior de Tecnologia (EST) da UEA, com a disponibilização da embarcação para as atividades e participação de técnicos do Ipaam em ações de monitoramento e análises laboratoriais.

O grupo desenvolve pesquisas desde 2008 e possui ampla experiência no campo de monitoramento ambiental, com vários projetos concluídos ou em execução nessa área do conhecimento. Para saber mais sobre as atividades do GP-QAT/UEA, e conferir os resultados, acesse o site do grupo de pesquisa disponível no link: www.gp-qat.com.

Leia Mais


COMPARTILHE