segunda-feira, 24 de junho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

AM volta à fase laranja após redução de casos e internações por Covid

No período entre 26 de janeiro até última terça-feira (08) houve redução de de 52% na média diária de casos confirmados de Covid-19 e de 50% hospitalizações pela doença.
COMPARTILHE
Covid

O Amazonas retorna à fase laranja (risco moderado) de transmissão do coronavírus após redução de 52% na média diária de casos confirmados de Covid-19 e de 50% hospitalizações pela doença, incluindo leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As reduções foram identificadas na análise epidemiológica do período entre 26 de janeiro até terça-feira (08).

A análise do cenário vigente da infecção consta no Boletim Epidemiológico da Covid-19 no Estado, disponível no site da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), com acesso direto pelo link .

Na média diária de casos confirmados de Covid-19, houve redução de 43% na capital, Manaus, e de 72% no interior do estado. Já em relação às internações, foram identificadas reduções de 51% na ocupação de leitos hospitalares na capital, e de 46% no interior.

“Com a reorganização da rede de assistência durante o período sazonal, foi possível ampliar a estrutura para atender todos os pacientes. Com essa redução, iremos dar continuidade às ações estratégicas de enfrentamento à pandemia e ampliação da cobertura vacinal, que é nossa melhor arma no combate ao coronavírus”, afirmou Anoar Samad, secretário de Estado de Saúde.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que, mesmo com a mudança no cenário, é preciso manter os cuidados de prevenção.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

“Estamos na fase moderada, também conhecida como laranja, que ainda exige a manutenção das medidas não farmacológicas. Aliadas à vacinação contra Covid-19, essas são nossas ferramentas para frear a disseminação do novo coronavírus e podermos avançar para a fase de transmissão com risco ainda mais baixo”, diz Tatyana.

No período de 14 dias analisado, a média móvel diária de óbitos no estado está em 9. Conforme o boletim epidemiológico, 81% dos 186 pacientes que foram a óbito por Covid-19 em 2022, até 8 de fevereiro, apresentavam pelo menos um fator de risco.

Segundo a diretora-presidente da FVS-RCP, esses pacientes são pessoas com comorbidades que apresentaram hipertensão, diabetes mellitus e doenças imunossupressoras.

“Outro dado importante de destacar é que os pacientes sem vacinação apresentaram risco de internação quatro vezes maior. Por isso, sempre lembramos da importância de manter o esquema vacinal atualizado”, destaca.

Conforme o Boletim Epidemiológico da Covid-19 nº 35, os adultos de 20 a 39 anos representam 46% dos casos confirmados de Covid-19 no Amazonas em 2022, seguido dos adultos de 40 a 59 anos (34%).

Das 1.492 hospitalizações por Covid-19 em 2022, 52% eram idosos com mais de 60 anos, sendo a faixa etária de 60 a 79 anos a mais atingida, com 31% das hospitalizações. Os menores de 20 anos correspondem a 10% das internações.

Leia mais:

COMPARTILHE